Empresas médicas buscam apoio de deputados para receber atrasados

Mayara Pinheiro
Mayara Pinheiro conduziu a reunião com os médicos na ALE (Foto: Dhyeizo Lemos/ALE)

Os representantes de empresas médicas, que reclamam cinco meses de pagamentos atrasados por parte do Governo do Estado, se reuniram com membros da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas nesta sexta-feira, 8, para pedir apoio.

A presidente da Comissão, deputada Mayara Pinheiro (PP), sugeriu que a Casa Civil do Estado envie o mais breve possível à Assembleia um projeto que prevê a utilização de aproximadamente R$ 300 milhões para a quitação dos débitos, do FTI ( Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura , Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas). 

“A proposta ainda não foi formalizada. Nós temos a notícia de que está na Casa Civil e deve chegar aqui na Casa na próxima semana”, disse a parlamentar.

Pagamentos

O secretário de Saúde, Carlos Almeida Filho, disse, nesta sexta-feira, que mais de 70% do pagamento acordado com as empresas terceirizadas da saúde já foi creditado. Está sendo pago um mês em atraso.

Ele também lembro que na quinta-feira, 7, o governador Wilson Lima autorizou a liberação do valor que faltava para completar a competência de 2018 acordada e os pagamentos também estão sendo creditados conforme as empresas vão se tornando aptas na Susam.

Carlos Almeida informou ainda que espera concluir os pagamentos o mais breve possível. Logo em seguida, inicia o processo de pagamento do mês de janeiro, que será faturado para acontecer ainda em fevereiro.

Seja o primeiro a comentar on "Empresas médicas buscam apoio de deputados para receber atrasados"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.