Taxa de empréstimo pessoal tem leve queda em novembro

Salários do funcionalismo púbico no Brasil

As taxas de empréstimo pessoal registraram leve queda em novembro (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA – As taxas de empréstimo pessoal registraram leve queda em novembro. De acordo com pesquisa da Fundação Procon-SP com o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander, a taxa média do empréstimo pessoal foi de 6,51% ao mês (a.m.), em novembro, inferior à do mês anterior, que foi de 7,05% a.m., queda de 0,54 ponto percentual.

Já em relação à taxa média do cheque especial, não houve alteração em nenhuma instituição pesquisada, e a cobrança ficou em 13,56% ao mês.

De acordo com o levantamento, o Santander tem a maior taxa para empréstimo pessoal (8,49% ao mês), seguido do Bradesco (6,67% a.m.), Itaú (6,43%), Safra (5,9%), Branco do Brasil (5,85%) e Caixa (5,7%).

No cheque especial, o Santander também tem a maior taxa (15,49% ao mês), seguido do Bradesco e Caixa (ambos com 13,55% a.m.), Itaú (13,14%), Banco do Brasil (13,04%) e Safra (12,60%).

(Da Agência Brasil)

Seja o primeiro a comentar on "Taxa de empréstimo pessoal tem leve queda em novembro"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.