Prefeitura recebe prêmio por projetos de capacitação, inclusão e empregabilidade

MANAUS – O trabalho da Prefeitura de Manaus na elaboração e fortalecimento de projetos de capacitação, inclusão e empregabilidade renderam à cidade mais um prêmio nacional e inédito para o Amazonas. O reconhecimento foi dado à professora Luiza Bessa Rebelo, secretária municipal da Semad (Administração, Planejamento e Gestão) e que durante quatro anos esteve à frente da Espi (Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional).

O case “Os programas de inclusão socioeducacional da Espi, qualificação e empregabilidade” ganhou o primeiro lugar, na categoria Inovação na Administração Pública, do Prêmio Nacional Guerreiro Ramos de Gestão Pública 2017. O trabalho foi escrito pela professora Luiza Bessa, em parceria com os professores da Ufam (Universidade Federal do Amazonas), Manoel Carlos Oliveira Júnior e Andreia Brasil, concorrendo com outros 13 inscritos de todo o país.

“Nossos programas socioeducacionais, como o “Bolsa Universidade”, “Bolsa Idiomas” e “Bolsa Pós-Graduação”, não se restringem na concessão de bolsas de estudo a pessoas de baixa renda, agregaram o diferencial de envolver os beneficiários em projetos que possibilitam experiências profissionais aos estudantes, oportunidades de capacitação em cursos, palestras e ações visando à empregabilidade dos bolsistas”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Criado em 2010, pelo CFA (Conselho Federal de Administração), o Prêmio é conferido, pela primeira vez, a um administrador do estado do Amazonas. Para a secretária da Semad, Luiza Bessa, o envolvimento criado pela Prefeitura de Manaus com o bolsista, por meio das atividades para uma formação profissional, faz diferença no mercado de trabalho. “Destacamos as políticas de gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto, que vêm permitindo ações indutoras de mudança social, dando oportunidades de formação e crescimento profissional e fazendo a diferença na vida das pessoas”, comentou.

O presidente do CRA-AM (Conselho Regional de Administração), Inácio Guedes, reforçou o trabalho comprometido realizado pela professora Luiza Bessa. “O CRA-AM parabeniza esta competente administradora que, mais uma vez, eleva o nome da profissão e do Amazonas”, finalizou.

Políticas públicas

Nos últimos cinco anos, a prefeitura não apenas promoveu o impulsionamento do Programa Bolsa Universidade, mas também a criação do Bolsa Idiomas e do Bolsa Pós-Graduação. Para a atual diretora-geral da Espi, Stela Cyrino, a continuidade desses programas é fruto de uma gestão séria e comprometida com resultados estratégicos de longo prazo. “O grande objetivo desse programa é, também, promover a participação social e a cidadania dessa coletividade de baixo poder aquisitivo. Esse reconhecimento só enaltece e mostra o quanto é exitoso dentro da sociedade de Manaus”, destacou Stela.

 

case “Os programas de inclusão socioeducacional da Espi, qualificação e empregabilidade” ganhou o primeiro lugar, na categoria Inovação na Administração Pública, do Prêmio Nacional Guerreiro Ramos de Gestão Pública 2017

 

Seja o primeiro a comentar on "Prefeitura recebe prêmio por projetos de capacitação, inclusão e empregabilidade"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.