Delator Ricardo Saud diz que Eduardo Braga recebeu propina da JBS na campanha de 2014

Da Redação

MANAUS – O nome do senador Eduardo Braga (PMDB) apareceu mais uma vez na investigação Lava-Jato. Desta vez, Braga é citado pelo ex-diretor de Relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud. J&F é o grupo que controla a empresa JBS.

De acordo com matéria publicada pelo site do jornal Valor Econômico, em um dos anexos da delação disponibilizados, o nome do senador Eduardo Braga (PMDB) apareceu mais uma vez na investigação Lava Jato. Desta vez, o ex-diretor de Relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud, afirmou que Braga recebeu R$ 6 milhões da “conta corrente de propina” da empresa com o PT em troca de apoio na campanha de 2014 à chapa Dilma Rousseff e Michel Temer.

A J&F a holding que controla a empresa JBS.

Na ocasião, Braga disputou o governo do Estado e foi derrotado nas urnas por José Melo (Prós) que foi cassado há três semanas por corrupção eleitoral a partir de denúncia apresentada por Braga.

De acordo com matéria publicada pelo site do jornal Valor Econômico, um dos anexos da delação disponibilizados nesta quinta-feira pelo STF (Supremo Tribunal Federal), Saud afirma que em 2014 por instrução de Guido Mantega a empresa ia entregar R$ 35 milhões a senadores, entre os quais R$ 6 milhões a Eduardo Braga. No fim, segundo do depoimento de Saud, ele acabou pagando cerca de R$ 43 milhões.

Segundo o depoimento de Saud, a medida foi tomada de forma rápida pelo PT como forma de impedir que os senadores apoiassem a candidatura de Aécio Neves (PSDB).

“O PT agiu rápido. Pediram para pegar dos R$ 300 milhões do dinheiro da propina, sacar R$ 35 milhões da conta corrente da propina”, afirmou.

Ao ser questionado sobre quais senadores receberam a propina, Saud respondeu: “Os senadores é (SIC) Eduardo Braga, Vital do Rego, Jader Barbalho, Eunício Oliveira, Renan Calheiros. E tinha um milhão para a Kátia Abreu, que ela nunca recebeu … Eles se separavam lá (…) Tudo é propina. Tudo é simulado troca de (incompreensível) fiscal, notas fiscais e dinheiro vivo”, afirmou.

Seja o primeiro a comentar on "Delator Ricardo Saud diz que Eduardo Braga recebeu propina da JBS na campanha de 2014"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.