Com dificuldade de efetivo, PF muda transferência de ex-secretários para esta quarta-feira

O governador José Melo e os ex-secretários Wilson Alecrim, Evandro Melo, Pedro Elias e Afonso Lobo (Fotos: Divulgação)

Da Redação

MANAUS – A Superintendência da Polícia Federal no Amazonas informou na tarde desta quarta-feira, 3, que somente hoje será feita a transferência dos quatro ex-secretários estaduais para o CDPM (Centro de Detenção Provisória Masculino). Em nota, a instituição informa que o procedimento não foi realizado na terça-feira, 2, como o programado, por dificuldade de efetivo.

Cumprem prisão preventiva sob a acusação de serem beneficiários de um esquema de corrupção com recursos estaduais e federais da área da saúde os ex-secretários Afonso Lobo (Fazenda), Evando Melo (Administração), Wilson Alecrim (Saúde) e Pedro Elias de Souza (Saúde). Os quatro tiveram a prisão preventiva decretada no dia 31 de dezembro.

Também está preso pela mesma acusação o ex-governador José Melo (Pros). Por decisão da juíza federal Jaiza Fraxe, ele será o único mantido na carceragem da Polícia Federal.

O ex-governador foi preso no dia 21 de dezembro, na Operação Estado de Emergência, a terceira fase da Operação Maus Caminhos, sob a suspeita de receber propina do esquema que desviou pelo menos R$ 110 milhões da saúde no Amazonas. No dia 26, o juiz federal Ricardo Sales decidiu transformar a prisão temporária de Melo em prisão domiciliar.

No mesmo dia, Ricardo Sales também mandou para casa cinco ex-secretários que estavam presos desde o dia 13, na Operação Custo Político, segunda fase da Maus Caminhos. Eram eles Wilson Alecrim, Evandro Melo (irmão do ex-governador), Pedro Elias de Souza, Afonso Lobo e Raul Zaidan.

No dia 31 de dezembro, antes da virada do ano, a juíza Ana Paula Serizawa revogou as decisões de Ricardo Sales e mandou Melo e quatro ex-secretários de volta à cadeia. Apenas Raul Zaidan permanece em casa.

José Melo, Wilson Alecrim, Evandro Melo e Afonso Lobo estão na sede da PF desde domingo. Pedro Elias, que não foi encontrado no endereço que os agentes tinham dele, se apresentou na segunda-feira, 1° de janeiro.

Os quatro ex-secretários vão voltar para o Centro de Detenção Provisória Masculino, em Manaus, onde ficaram presos até a decisão de Ricardo Sales.

Leia a íntegra da nota da Polícia Federal:

Manaus/AM – A Superintendência da Polícia Federal no Amazonas informa que
em razão dos trabalhos desenvolvidos por esta Regional e reduzido efetivo policial,
a transferência para a triagem no Centro de detenção Provisório Masculino-CDPM
dos ex-secretários, deixou de ser realizada em 02/01/2018 e deverá ocorrer na
data de hoje (03/01/2018), conforme planejamento do Núcleo de Operações da
Delegacia Regional Executiva – NO/DREX. Permanecendo sob custodia da Polícia
Federal, somente o ex-governador, em razão de determinação da Justiça Federal.

Seja o primeiro a comentar on "Com dificuldade de efetivo, PF muda transferência de ex-secretários para esta quarta-feira"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.