Três municípios do AM estão entre os dez em alerta de desmatamento

Dez municípios são responsáveis por 35% dos alertas em toda a Amazônia (Foto: Ibama/Divulgação)
Da Redação

MANAUS – Três municípios amazonenses estão na lista dos dez com maior número de alertas de desmatamento na Amazônia Legal, segundo o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente). De acordo com o boletim de qualificação dos alertas de desmatamento, divulgado na última sexta-feira, 8, os municípios de Lábrea, Novo Aripuanã e Apuí tem juntos 180,33 km­2 de área afetada.

O boletim é baseado em informações do Sistema DETER-B (Detecção do Desmatamento em Tempo Real), do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Segundo o Ibama, o objetivo das análises é identificar e qualificar as informações do DETER-B sobre o desflorestamento por corte raso no bioma, observando a localização das ocorrências.

Entretanto, essas informações não podem ser interpretadas como dados estatísticos do desmatamento na Amazônia. A finalidade do sistema DETER-B é gerar alertas para direcionamento das ações de fiscalização ambiental.

De acordo com o Ibama, os dez municípios que apresentaram as maiores concentrações de alertas de desmatamento são responsáveis por 35% da área total da Amazônia Legal, no período de 1 de agosto de 2018 a 31 de janeiro de 2019. Nessa lista também aparecem quatro municípios do estado do Pará, dois de Rondônia e um de Mato Grosso.

Lábrea é o terceiro município onde mais se concentra os alertas de desmatamento, com 93,75 km­2 de áreas afetadas. Novo Aripuanã (a 228 quilômetros de Manaus) está em oitavo lugar no ranking, com 48,14 km2 de área desmatada, seguido de Apuí (a 453 quilômetros de Manaus), que apresentou 38,44 km2 de área afetada.

Em primeiro lugar estão Pacajá (PA), com 118,56 km2, e Porto Velho (RO), com 118,42 km2. Veja a lista completa dos dez municípios.

Assentamentos rurais

No somatório de alertas de desmatamento (km2) identificados em Projetos de Assentamentos Rurais no período de 1 de agosto de 2018 a 31 de janeiro de 2019, o Amazonas aparece em segundo lugar, com 85,7 km2 de áreas desmatadas. Apesar da segunda colocação, o número ainda é bem inferior ao estado apontado como líder: o estado do Pará.

Segundo o boletim, o estado do Pará apresentou 280,4 km2 de áreas com alerta de desmatamento em Assentamentos Rurais, que equivalem a 41% do total das áreas identificadas naquele estado. Por outro lado, os estados do Amapá e de Tocantins apresentaram poucos alertas de desmatamento em assentamentos rurais (0,2 km2 e 0,7 km2 , respectivamente).

1 Comentário on "Três municípios do AM estão entre os dez em alerta de desmatamento"

  1. DAN BOGHIU @OUTLOOK-COM | 11 de fevereiro de 2019 de 03:21 | Responder

    E TRISTE QUE O DESMATAMENTO ESTA CONTINUANDO NO BRASIL ESPERAMOS QUE O NOVO GOVERNO MANDARA PARAR ESTE LAMENTAVEL ATO E PUNIRA OS RESPONSAVEIS .SE PARAR AS EXPORTACAOES DA MADEIRA DEIXARA PARA AS FUTURAS GERACAOES UMA RIQUESA QUE POSIVELMENTE SERA APROVEITADA DIFERENTEMENTE .PARA CADA ARVORE CORTADA REPLANTAR PELO MENOS DUAS MEDIDAS DRASTICAS ESTAO ESPERADAS O BRASIL TEM OUTRAS RIQUESAS A APROVEITAR SEM DESTRUICAO DA MATA VIRGEM

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.