Mesmo sem acordo, Sinetram informa que greve de ônibus foi suspensa

Terminal de integração da Avenida Constantino Nery ficou sem ônibus no início da manhã desta terça-feira (Foto: ATUAL)

Terminal de integração da Avenida Constantino Nery: sindicato das empresas de ônibus diz que greve foi suspensa (Foto: ATUAL)

Da Redação

MANAUS – Sem um acordo sobre pagamento de salários atrasados e regularização de plano de saúde, reivindicado pelos trabalhadores do transporte público de passageiros em Manaus, o Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas) anunciou que acertou uma nova reunião com líderes sindicais da categoria para a próxima quinta-feira, 13. O Sinetram informou que a greve programada para esta sexta-feira, 7, está suspensa.

O novo encontro entre empresários e trabalhadores foi acertado com o procurador-chefe do MPT (Ministério Público do Trabalho) Jorsinei Dourado. “As reivindicações são pontuais em algumas empresas e estão sendo discutidas entre as partes, porém não são motivo para uma nova paralisação no sistema, para penalizar a população. O salário está em dia e o décimo terceiro pode ser pago até o dia 20, conforme está previsto em lei”, disse o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

Em caso de paralisação dos ônibus, a presidente do TRT11 (Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região), desembargadora Eleonora de Souza Saunier, determinou que 70% da frota deve operar nesta sexta. Ela fixou multa de R$ 50 mil por hora de paralisação, em caso de descumprimento da liminar.

A SMTU (Superintendência Municipal dos Transporte Urbanos) também participou da audiência.

Seja o primeiro a comentar on "Mesmo sem acordo, Sinetram informa que greve de ônibus foi suspensa"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.