TRE do Amazonas já barrou três prefeitos eleitos e liberou registro de outros três

Raimundo Chicó, de Anamã, e Bruno Ramalho, de Carauari, tiveram os registros negados pelo TRE (Fotos: Rosiene Carvalho)

Raimundo Chicó, de Anamã, e Bruno Ramalho, de Carauari, tiveram os registros negados pelo TRE (Fotos: Rosiene Carvalho)

Por Rosiene Carvalho, da Redação

MANAUS – Dos doze municípios com risco de novas eleições por recursos contra o registro de candidatura do primeiro colocado, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Amazonas já julgou cinco e barrou três. Os barrados são o primeiro colocado de Nova Olinda do Norte, Adenilson Reis; de Anamã, Raimundo Chicó; e de Carauari, Bruno Ramalho. Os três são do PMDB. Outros três foram julgados pelo TRE e tiveram o registro liberado. São eles: o primeiro colocado de Envira, Ivon Rates (Pros); o primeiro colocado de Benjamin Constant, David Bemerguy (PR); e o primeiro colocado de Presidente Figueiredo, Romeiro Mendonça (PDT).

O TRE-AM também julgou o registro de Ramiro (PMDB), primeiro colocado em Careiro da Várzea. Porém determinou que o processo retornasse ao primeiro grau para ser julgado novamente. Os primeiros colocados de outros cinco municípios aguardam julgamento no TRE: Lábrea (Gean Barros – PMDB), Apuí (Roque – DEM), Novo Aripuanã (Mina Santana – PSD), São Paulo de Olivença (Paulo Mafra 0 Pros) e Envira (Ivon Rates – Pros).

Doze municípios do Amazonas podem ter novas eleições

 

1 Comentário on "TRE do Amazonas já barrou três prefeitos eleitos e liberou registro de outros três"

  1. e o de santo antonio do Içá?

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.