1 Comentário on "Os cortes do Mestre"

  1. Ainda bem que esses cortes dão folga financeira para o Amazonas pagar os servidores ativos e aposentados em dia, diferentemente do Rio de Janeiro , Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.