Oposição obtém assinaturas necessárias para criar CPI contra Amazonino Mendes

Deputados estaduais tentam mais uma vez criar CPI. Histórico da ALE é de não instalar nenhuma comissão de investigação (Foto: ALE/Divulgação)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – Com histórico de propor CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), mas sem instalar nenhuma, a ALE (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) tenta mais uma vez criar comissão para investigar gestores públicos. Desta vez, a três meses das eleições, o alvo é a dispensa de licitação em contratos assinados pelo governador Amazonino Mendes (PDT).

O grupo de oposição na ALE obteve oito assinaturas, número necessário para instalação de uma CPI conforme determina o Regimento Interno da Casa. A mobilização ocorreu na manhã desta quarta-feira, 11.

A proposta de investigação foi do deputado de oposição Sabá Reis (PR). Segundo o parlamentar, já são 300 contratos sem licitação que geraram gastos de R$ 289,9 milhões.

O último deputado a assinar o processo de investigação foi Platiny Soares (PSB). A proposta de investigação já tinha assinatura dos deputados Abdala Fraxe (Podemos), David Almeida (PSB), Francisco Souza (Podemos), José Ricardo (PT), Luiz Castro (Rede), Sabá Reis (PR) e Serafim Corrêa (PSB).

Sabá Reis disse que nesta quinta-feira, 12, deverá fazer o pronunciamento oficial sobre a criação da CPI. “Daí para frente vai cumprir os ritos naturais, de instalação, composição dos nomes que irão fazer parte dela. O presidente (da ALE, David Almeida) dará esses encaminhamentos”, disse Sabá.

Conforme o deputado, com a instalação da CPI, ele espera que o governador pare de fazer grandes procedimentos de dispensa de licitação. “Acredito que só poderá ser instalada depois do recesso, pois, amanhã (quinta-feira) é o último dia de plenário e presidente terá no retorno essa obrigação constitucional para reunir os deputados e definir a CPI”, disse o parlamentar.

O líder do governador na ALE, Dermilson Chagas (PP) disse Amazonino tem sido transparente e realizado todo o processo licitatório de forma clara. De acordo com o deputado, a oposição tem que se alimentar de algo, por isso busca na criação da CPI um motivo para argumentar algo que não existe.

“Se tem algo errado, temos o MP-AM (Ministério Público do Estado do Amazonas), temos o TCE (Tribunal de Contas do Estado) e a Corregedoria Geral de Justiça para rever qualquer situação. A oposição usa qualquer argumento para jogar pedra em um governo que trabalho. Só se joga pedra em árvore que dá frutos”, disse Dermilson.

1 Comentário on "Oposição obtém assinaturas necessárias para criar CPI contra Amazonino Mendes"

  1. Um vídeo tributo ao senador Evandro Carreira, que sempre lutou contra a corrupção e pela preservação da Amazônia: https://www.youtube.com/watch?v=M11qpwvOYgg

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.