‘Amazônia Encanto’ apresentará canções sobre lendas regionais e marcará estreia mundial de obra

 

Recital "Amazonia Encanto"

Recital “Amazônia Encanto”, com Amanda Aparicio e Hugo Pinheiro. (Foto: Divulgação)

MANAUS – O lendário amazônico e o imaginário caboclo farão parte do recital “Amazônia Encanto”, que será apresentado no Casarão de Ideias e no Cine Teatro do Centro Cultural Povos da Amazônia, nas noites de sexta-feira (17/11) e domingo (19/11), respectivamente. O espetáculo, com canções de Heitor Villa-Lobos e compositores da região Amazônica, contará com projeções de vídeos sobre as lendas da região e terá, ainda, a estreia mundial da obra “Chora Amazônia”, do compositor Hugo Pinheiro. As apresentações, que têm apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), terão entrada gratuita.

O recital será apresentado pela soprano solista da Orquestra de Violões da Amazônia (Ovam), Amanda Aparicio, que será acompanhada ao piano por Hugo Pinheiro, primeiro trombone da Orquestra Amazonas Filarmônica e maestro do Coral Infantil do Liceu Claudio Santoro. Amanda conta que a ideia do recital é conscientizar sobre o desmatamento e exploração da região Amazônica, além de abordar os elementos e características da cultura popular por meio da música erudita.

“Teremos músicas do nosso maior compositor, Heitor Villa-Lobos, com as ‘Bachianas Brasileiras n. 5’ e a ‘Melodia Sentimental’, que mostram a visão dele sobre a floresta”, diz. “Também teremos músicas de compositores nascidos na Amazônia, como Waldemar Henrique e Altino Pimenta, do Pará, Arnaldo Rebello e Pedro Amorim, nascidos em Manaus, além da canção de Hugo, composta para o recital”, adianta.

Além das obras, “Amazônia Encanto” terá projeções de vídeos, apresentados nos intervalos das canções, com dois personagens especiais, que contarão sobre as lendas amazônicas e experiências da vida cabocla. “Filmamos com um indígena da tribo Dessana, Miguel Dessana, que falará ao público sobre as lendas e, também, com Jaime Souza, que é ex-seringueiro e tem muitas histórias para contar sobre a região. Queremos que as pessoas se sintam tocadas e lembrem a época em que eram crianças e ouviam sobre essas lendas”, destaca Amanda.

A soprano ressalta que o espetáculo é indicado para toda a família, por ter uma linguagem mais próxima do público. “Teremos imagens que mostram exuberância da nossa Amazônia, as músicas serão todas cantadas em português, então, queremos falar com o público de uma forma mais leve e divertida”, pontua.

Estreia mundial da canção ‘Chora Amazônia’ – Na ocasião haverá, ainda, a estreia mundial da canção “Chora Amazônia”, composta especialmente para o recital por Hugo Pinheiro. A história sobre o beija-flor que, em vez de fugir da floresta em chamas como os outros animais, se propõe em apagar o fogo carregando o pouco de água que consegue no bico, foi a inspiração para que o jovem compositor criasse a canção. O conto do beija-flor, que para Pinheiro evoca a moralidade do fazer o certo, mesmo em situações extremas, foi passado ao músico pelo pai.

“Quando criança, ele me contava essa história como uma lição de fazer a coisa correta sempre. O beija-flor segue o coração dele contra todos os outros e a canção faz esse apelo ao ouvinte para que não haja desmatamento e queimadas na nossa floresta”, afirma.

O canto do beija-flor, que terá a voz de Amanda Aparicio, termina com o sacrifício da ave na tentativa de salvar a floresta, um final diferente da história contada pelo pai de Hugo. “Ele tenta, em vão, salvar a Amazônia não só com a água, mas com as próprias lágrimas. O beija-flor se sacrifica nesta missão de salvar a floresta”, conta.

Com um ano marcado por apresentações especiais – a obra “4 Miniaturas para Trombone e Piano” do compositor estreou nos Estados Unidos e foi gravada, em abril deste ano, pelo professor e trombonista Bradley Kerns –  Hugo Pinheiro, que é radicado no Amazonas há 15 anos, celebra a contribuição que realizou em um recital que fala sobre a conscientização da Amazônia.

“Este ano tive a alegria de poder compartilhar minhas canções com o público. Vim trabalhar nesse projeto cultural da SEC há muitos anos e fico feliz de poder deixar um pequeno legado justamente em uma canção com esta temática”.

Confira o repertório do recital:

Arnaldo Rebello – Toada Baré
Pedro Amorim – Minha Terra

Waldemar Henrique – Lendas Amazônicas:

N.1 – Foi Bôto, Sinhá
N.2 – Cobra Grande
N.3 – Tamba-tajá
N.4 – Matintaperêra
N.5 – Uirapuru
N.6 – Curupira
N.7 – Manha-Nungará
N.8 – Nayá
N.9 – Japiim

Altino Pimenta – Toada da Canoa
Hugo Pinheiro – Chora Amazônia

Heitor Villa-Lobos:

Bachianas Brasileiras n.5 Ária (Cantilena)
Melodia Sentimental

Seja o primeiro a comentar on "‘Amazônia Encanto’ apresentará canções sobre lendas regionais e marcará estreia mundial de obra"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.