10 erros que você não deve cometer ao escolher o seu próximo imóvel

A aquisição de um imóvel é um momento que deve ser devidamente planejado, visto que vários fatores devem ser levados em consideração e que uma compra equivocada pode levar a uma série de arrependimentos e transtornos.

Por isso, quando o assunto é a compra de imóveis, é essencial ter paciência e efetuar muita pesquisa.

Ainda que hoje exista a possibilidade de contarmos com o auxílio de algum portal de imóveis na internet para facilitar a pesquisa, é bem verdade que o processo de procura pode até ser cansativo, porém é um esforço que vale a pena.

Sendo assim, é pertinente dar a devida atenção para algumas características bem básicas dos imóveis, tais como a localização, o estado de conservação, entre outros pontos essenciais.

Confira então nesse artigo 10 erros que devem ser evitados quando você escolher o seu imóvel.

  • Não ter o acompanhamento de um especialista

É muito importante, quando você for averiguar as condições das estruturas de um imóvel, ter como base a opinião de um especialista, como, por exemplo, um arquiteto, um engenheiro civil ou, caso necessário, até mesmo a opinião de um mestre de obras.

Tais profissionais terão embasamento e autoridade para averiguar questões como a presença de possíveis vazamentos ou até mesmo a existência de problemas na rede elétrica do local.

2- Não analisar a estrutura e documentação

Área de construção, materiais utilizados, esses e outros detalhes devem estar devidamente registrados. Na hora de adquirir um imóvel, você tem o direito de exigi-los.

Além disso, analise toda questão legal e documental do imóvel para comprovar se tudo está devidamente legalizado e autorizado pelos órgãos competentes.

É sabido que geralmente a aquisição de imóveis envolve muita euforia e, na empolgação de concluir o negócio, a escolha e a compra é feita rapidamente.

3- Preste bastante atenção quando for redigir as assinaturas

Muitas pessoas ignoram as informações contratuais, as chamadas letras miúdas, isso é um equívoco. Por isso, quando você tiver dúvidas em relação a assuntos contratuais e jurídicos, vale solicitar o auxílio de um advogado, caso for necessário.

Evite, por exemplo, fazer a assinatura do documento sem antes efetuar uma checagem detalhada.

Isso é importante, tendo em vista que algumas construtoras e corretoras podem agir de maneira inescrupulosa, reduzindo ao máximo os deveres dela e colocando para o comprador responsabilidades inexistentes.

4- Não levar em consideração o seu padrão de vida

Antes de efetuar a aquisição de um imóvel é pertinente calcular as suas despesas com outros gastos, tais como contas de luz, contas de água e demais despesas. Ao colocar na balança tais contas, você pode evitar assim que um longo parcelamento possa atrapalhar o seu dia a dia.

Sendo assim, efetue uma análise bastante crítica das suas contas. Leve em consideração o valor líquido que você recebe e conclua, nesse caso, se você possui condições de arcar com tal débito.

Além disso, tais momentos são pertinentes para que você consulte e dialogue com a sua família as possibilidades.

5- Não visitar o imóvel em mais de um horário

Esse é um ponto importante, pois ao efetuar visitas em diferentes horários do dia, você pode ver em quais instantes bate o sol, bem como em quais partes da residência ou apartamento.

Além disso, com isso você também terá uma melhor noção a respeito de quais horários há barulhos de vizinhos e de automóveis.

É importante ter em mente que o lugar onde você mora deve trazer para você o máximo de tranquilidade e o mínimo de problemas.

6- Não ter confirmação confiável a respeito do corretor

Diante de vários casos de golpes referentes a falsos corretores, é importante em um primeiro momento solicitar o número do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI).

O CRECI corresponde a um órgão que tem por principal intuito fiscalizar a atuação do corretor de imóveis. Tal órgão evita o mau exercício dessa profissão. Por isso, é essencial negociar com corretores que sejam certificados.

7- Não pensar no futuro

Um bom imóvel hoje nem sempre pode ser adequado para você nos próximos anos. Uma casa pequena e com um pátio ainda menor pode ser confortável para um casal no início de casamento, mas e quando os filhos chegarem?

O mesmo raciocínio vale para quando for comprar um apartamento ou residência que remeta a lembranças do passado.

Sendo assim, vale analisar com atenção o local, a conservação, a vizinhança, e ver se vale a pena adquirir o referido imóvel movido apenas por sentimentos nostálgicos.

Isso é um erro, pois antes é importante analisar, sempre com uma visão crítica, os prós e os contras envolvidos.

8- Não verificar a localização adequada e o condomínio

Nem sempre é possível, mas é ideal que o imóvel comprado seja localizado perto do seu local de trabalho, pois assim é possível evitar gastos com transporte e deslocamento.

As taxas condominiais também não costumam apresentar um valor consideravelmente baixo, especialmente se os condomínios possuírem estruturas adicionais, tais como:

  • academias,
  • áreas destinadas para lazer e prática de esportes,
  • espaço gourmet,
  • profissionais de segurança, etc.

9 – Não levar em consideração os impostos e as taxas referentes ao imóvel

É sempre pertinente salientar que, junto com as prestações do financiamento, é necessário também arcar com alguns outros custos que são bem elevados.

Quando o assunto são residências ou apartamentos já construídos, por exemplo, é preciso prestar atenção no Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

Vale salientar também que não é possível deixar de lado outro tipo de imposto, que é o Imposto Predial e Territorial Urbano, também conhecido como IPTU.

Esse tipo de imposto, de uma forma geral, tem a tendência de ser bastante elevado nos grandes centros urbanos, principalmente em imóveis localizados nos bairros mais nobres.

10- Não pensar no atual momento do mercado

É pertinente, antes de procurar ou efetuar uma pesquisa sobre a realidade dos imóveis, se atentar para as características referentes aos preços do momento.

Pense quando tal compra é uma oportunidade, quando tal compra significa uma desvantagem.

Portanto, quando o assunto é imóveis à venda em Curitiba ou em qualquer outra cidade, analise muito bem a questão, pense bem nesses 10 aspectos e evite cair em erros comuns.

Conclusão

A compra de um imóvel envolve muita análise e algumas precauções que devem ser ponderadas com muita calma. Afinal, você está decidindo sobre a escolha do seu lar e da sua família.

Por fim, não se esqueça de compartilhar essas dicas nas suas redes sociais ou encaminhar para aquele amigo ou conhecido que está pensando em adquirir um novo imóvel.

Seja o primeiro a comentar on "10 erros que você não deve cometer ao escolher o seu próximo imóvel"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.