Susam informa que denúncias de médico sobre 28 de Agosto são improcedentes

Pacientes em salão do Hospital 28 de Agosto: instalações inadequadas e risco de infecção hospitalar (Foto: Facebook/Reprodução)

Pacientes em salão do Hospital 28 de Agosto, em foto publicada pelo médico nas redes sociais (Foto: Facebook/Reprodução)

Da Redação

MANAUS –A Susam (Secretaria de Saúde do Amazonas) e a direção do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, em nota, informam que são improcedentes as denúncias feitas pelo médico Marcelo F. Lima, que há três semanas vêm expondo em fotos e textos no perfil dele no Facebook, situação que ele chamou de “armazenamento” e “amontoação” de pacientes nos corredores da unidade.

Na nota, enviada ao ATUAL pela assessoria da Susam, a direção do hospital diz que “a unidade é porta aberta tendo momentos de picos no atendimento, mas todos são atendidos da melhor forma possível”.

Marcelo Lima, especialista em cirurgia vascular, trabalha na unidade contratado por uma empresa terceirizada de médicos. Ele disse que passou a expor a situação do hospital para tentar sensibilizar o MP-AM (Ministério Público do Amazonas) para o problema.

“Pacientes amontoados como gado, sem condições de higiene mínima. Não há banheiros, pias pra lavar as mãos, rede de oxigênio instalada, obstrução de extintores e de escadas, sem circulação de ar adequado, enfim, um verdadeiro absurdo!”, escreveu, nesta terça-feira, na rede social.

Leia a matéria completa

Nota da Susam na íntegra:

A direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto informa que as denúncias são improcedentes. Desde que assumiu, em outubro de 2017, a atual gestão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) vem realizando obras para melhorar as condições de atendimento na unidade, que eram bem precárias na ocasião, da mesma forma como vem fazendo nos demais serviços da rede estadual saúde. As obras são feitas gradativamente – algumas ainda estão em andamento – para não prejudicar o atendimento ao usuário, ao mesmo tempo em que buscam melhorar o conforto dos pacientes e acompanhantes.

Um exemplo é a reforma da sala de Politrauma do 28 de Agosto, que aumentou a capacidade, de três para dez pacientes e a reforma geral da cozinha e refeitório, com o objetivo de adequar os ambientes ao que preconiza o Ministério da Saúde (MS) e a vigilância sanitária. Foi feita ainda a reforma do telhado e o hospital recebeu obras de manutenção geral, como pintura, recuperação de portas e pisos em diversos ambientes, reforma de banheiro, entre outras.

Foram recuperadas poltronas, macas e camas, foi feita a manutenção do sistema de ar condicionado de todos os ambientes e a recuperação de equipamentos, a exemplo do tomógrafo. Além disso, uma área de convivência está sendo feita em frente à unidade, para garantir mais conforto e organização no ambiente externo, melhorando inclusive a circulação de ambulâncias e transeuntes.

A direção do HPS 28 de Agosto ressalta, ainda, que a unidade é porta aberta tendo momentos de picos no atendimento, mas todos são atendidos da melhor forma possível, contando, inclusive, com o empenho das equipes médicas, enfermeiros, técnicos e demais profissionais para prestar um bom serviço a quem precisa.

1 Comentário on "Susam informa que denúncias de médico sobre 28 de Agosto são improcedentes"

  1. Este Hospital é uma vergonha.
    Ele mesmo abafa o que acontece dentro da Unidade.

    É pra ser feito 3 cirurgias ortopédicas por dia e no final só realiza 1. E quando denunciamos que é por falta de material, isso informação do próprio medico, este hospital vem na mídia e desmente. Cadê o MP pra fiscalizar, cadê o órgão que podemos denunciar o descaso com a população amazonense que está abandonado por este serviço falido.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.