Samuel L. Jackson é o ator mais influente e rentável da história, diz estudo

Samuel l. Jackson como o vilão de ‘O Lar das Crianças Peculiares’, do diretor Tim Burton (Foto: Divulgação)

Da Folhapress

SÃO PAULO-SP – Aos 70 anos, completados em dezembro passado, o ator Samuel L. Jackson está prestes a estrear mais um filme nos cinemas, ‘Vidro’, de M. Night Shyamalan, e garante a primeira posição entre os atores mais influentes de todos os tempos.

O estudo americano Applied Network Science usou algoritmos para medir a importância e o impacto de atores na cultura pop. Jackson ficou em primeiro, e na sequência, Clint Eastwood e Tom Cruise. O ator que estrela clássicos como ‘Pulp Fiction’  (1995) e ‘Django Livre’ (2013) , ambos de Quentin Tarantino, ainda é o artista mais rentável de todos os tempos, informou a revista Hollywood Reporter. 

O ator já rendeu, com seus 120 filmes, um total de US$ 5,76 bilhões (cerca de R$ 21 bilhões) em bilheteria, passando os astros Harrison Ford (US$ 4,96 bilhões) e Tom Hanks ( US$ 4,6 bilhões). Claro que boa parte vem dos blockbusters da Marvel, que Jackson atuou como Nick Fury, como a série de filmes ‘Vingadores’ e, agora, ‘Capitã Marvel’, que estreia dia 8 de março. 

“Ele adora genuinamente entreter as pessoas. É algo em que ele tem grande orgulho”, afirma Shyamalan. O diretor conta que ele sempre foi chamado nas ruas pelo grito de ‘Ei, me chama de filho da puta’.  “Você sabe quantos atores passam por suas carreiras e as pessoas não podem repetir uma frase que eles já tiveram?”, completa o diretor. Jackson ficou conhecido por usar a palavra ‘filho da puta’ em quase todos os seus personagens.

O ator afirma que sua popularidade e fama de vilão dos cinemas se transformaram com ‘Pulp Fiction’. Pouco antes do filme, ele nunca tinha ouvido falar em Tarantino. Chegou a participar de uma leitura de roteiro de ‘Cães de Aluguel’ (1992), que achou péssimo. Tempos depois, foi surpreendido no festival de Sundance. “Pensei, bem, é um filme bom. Depois é que eu me dei conta de que o diretor era o cara daquela leitura. Então, eu fui até ele para dizer o quanto gostei do filme, mas que o longa poderia ser melhor ainda comigo no elenco”, disse Jackson.

No momento, Tarantino estava preparando ‘Pulp Fiction’ e, claro, colocou Jackson no elenco. Quando leu o roteiro do filme, ficou surpreendido. “Eu me lembro perfeitamente de chegar ao fim do texto e dizer ‘Uau. Essa merda é tão boa ou eu estou apenas pensando isso porque ele escreveu para mim? Acho que é tão bom assim?’ Então, boom, eu virei e li tudo de novo”.

Seja o primeiro a comentar on "Samuel L. Jackson é o ator mais influente e rentável da história, diz estudo"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.