Quem foi que disse que maquiagem é “coisa de mulher”?

Muita gente ainda se assusta quando o tema é “maquiagem e homens”. Eu fui buscar na história a origem de toda a construção entorno da cultura de pintar os olhos, a cultura de se enfeitar com cores e pigmentos nos rostos. Na contramão do que muita gente acha a maquiagem não foi criada única e exclusivamente para as mulheres. Inúmeros frascos encontrados nas tumbas egípcias demonstram que os antigos egípcios já manipulavam com maestria pigmentos das cores branca, vermelha, amarela, azul, verde e preta que datam de cerca de 2500 a.C.

Para os egípcios a maquiagem significava poder, status. Os olhos bem marcados significavam a representação mais pura da alma. Além de proteger do sol e da areia, os delineados eram uma forma de reconhecer e celebrar as suas crenças.

Hoje em dia poucos homens aparecem maquiados e os que arriscam muitas vezes sofrem preconceito. O mais interessante é que se a gente for puxar na história vamos ver que nem sempre foi assim.

No século XV e o apogeu do renascimento, a moda e a beleza viviam a era do exagero: os grandes reis e suas roupas pomposas, muito coloridas, maquiagens e perucas ditavam a moda e, mais do que tudo, o status das pessoas na sociedade.

 

Geração lacradora

Vivemos em outros tempos, enquanto alguns insistem na teoria de que maquiagem é “coisa de mulher”, outros apenas cuidam de não rotular algo que encaram como arte. “Usa quem quer e que seja maravilhx”. E quem afirma é o YouTuber amazonense Pepê, do canal “VloGay”. Dono de inúmeros likes e visualizações, Pepê defende que prefere não rotular-se.

 

Pepê Vlogay

Na minha visão, maquiagens, acessórios e roupas não têm sexo, gênero, é pra ser usado e pronto!

 

 

 

 

O maquiador Gabriel Kardashian diz que começou cedo a se maquiar mas já sabia das dificuldades que passaria caso quisesse continuar. “Sabia que se eu fosse continuar ia ser difícil por conta de ser um garoto se maquiando, mas era o que eu gostava, então continuei”.

 

Gabriel Kardashian

Muita gente enxerga a maquiagem como algo fútil eu vejo a maquiagem como uma arte tão linda quanto você pintar um quadro ou fazer uma escultura. Maquiagem é arte!

 

As mulheres dividem-se entre achar atraente ou estranho homens maquiados. A boa notícia é que a maioria das minhas amigas aprovam e não veem problema nenhum. Então homens abusem do lápis de olho e da base, a gente gosta. O mais importante é entender que somos livres para pintar os rostos abusar do batom, rímel e tantas coisas que nos embelezam tanto, que volte a ser coisa de mulher de homem e de quem quiser usar.

Seja o primeiro a comentar on "Quem foi que disse que maquiagem é “coisa de mulher”?"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.