Decreto que reformula Itamaraty cria secretaria de Soberania e Cidadania

Por Thais Bilenky, da Folhapress

BRASÍLIA – Motivo de apreensão no Itamaraty desde a posse do embaixador Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores, o decreto que reorganiza a pasta foi publicado na edição desta quinta-feira, 10, do Diário Oficial. Entre as mudanças está a criação de uma Secretaria de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania, tema central nos discursos e artigos de Araújo.

A portaria informa que o ministro nomeará, em até 30 dias, os titulares dos cargos em comissão e das funções de confiança e “indicará, inclusive, o número de cargos e funções vagos, suas denominações e seus níveis”.

Assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e por Araújo, o decreto estabelece entre as atribuições do Itamaraty a “promoção do comércio exterior, de investimentos e da competitividade internacional do país, em coordenação com as políticas governamentais de comércio exterior, incluída a supervisão do Serviço Social Autônomo Agência de Promoção de Exportações do Brasil – Apex-Brasil, e a presidência do Conselho Deliberativo da Apex-Brasil”.

O decreto foi publicado um dia após a demissão de Alecxandro Carreiro, nomeado presidente da Apex no início do governo Bolsonaro. O chanceler afirmou que a saída foi a pedido de Carreiro. Nos bastidores da Apex, no entanto, há alguns dias já se comentava a instabilidade do presidente.

De acordo com relatos internos, Carreiro vinha demitindo sumariamente antigos funcionários para nomear aliados, sem fazer qualquer transição.
Araújo apontou o embaixador Mario Vilalva para comandar a agência responsável pela promoção do comércio exterior brasileiro.

Seja o primeiro a comentar on "Decreto que reformula Itamaraty cria secretaria de Soberania e Cidadania"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.