Amazonas tem que se aliar a militares e mobilizar bancadas a favor da ZFM, diz Marcelo Ramos

Marcelo Ramos
Marcelo Ramos diz que pretende criar frente parlamentar para discutir incentivo fiscal no país (Foto: Divulgação)

MANAUS – O deputado federal eleito Marcelo Ramos (PR) disse, em entrevista à jornalista Rosiene Carvalho, da BandNews-Amazonas, que estará ao lado do governo Bolsonaro se ele corresponder às expectativas do Amazonas e da Zona Franca de Manaus. “Eu penso que não será uma luta fácil. A política econômica do governo federal é claramente contrária a incentivos fiscais e à proteção do nosso mercado nacional. Eles defendem fim de incentivos fiscais e redução do imposto de importação para facilitar a entrada de produtos importados em nosso país e isso é radicalmente contra o que nós precisamos para proteger a Zona Franca de Manaus”, disse Ramos.

Articulação regional

Marcelo Ramos disse que a capacidade de articulação da bancada federal do Estado será decisiva. “Se não tivermos capacidade de articulação com as outras bancadas, vamos ter muita dificuldade em defender os interesses do Amazonas”, afirmou. “Vamos ter que ser muitos técnicos na defesa do nosso projeto. Aquele discurso panfletário não servirá para enfrentar o grupo do ministro Paulo Guedes”.

Militares são estratégicos

Ramos disse que o Amazonas tem que se aliar a setores estratégicos do governo como os militares, que têm uma outra visão da região dentro de um projeto de segurança nacional e não apenas econômico. “Pretendo criar uma frente parlamentar em defesa de políticas de desenvolvimento regional para que tire a Zona Franca do isolamento e a discuta junto com os incentivos fiscais no Brasil inteiro. Quando nos atingir, vão estar atingindo também São Paulo, a Bahia e isso fortalece a nossa capacidade de resistir às investidas contra o nosso modelo”, afirmou.


Contato com a Coluna Expressão:
(92) 99606-3138
E-mail: [email protected]

Seja o primeiro a comentar on "Amazonas tem que se aliar a militares e mobilizar bancadas a favor da ZFM, diz Marcelo Ramos"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.