Wilson Lima confirma jantar com fã e diz que caso é usado pela ‘política suja e rasteira’

Wilson Lima disse não lembrar o local onde jantou com a fã que passou postar fotos nas redes sociais se passando por mulher dele (Foto: Felipe Campinas)

Da Redação

MANAUS – Candidato a governador do Amazonas, o jornalista e apresentador de TV Wilson Lima (PSC) confirmou que jantou com uma fã, em 2014, e que o caso tem sido usado como tentativa de atingir sua candidatura. Lima disse que registrou Boletim de Ocorrência (B.O) no dia 7 de maio de 2014 para se proteger depois que a fã passou a publicar fotos tiradas no jantar e se passar com sua esposa. O candidato disse que não lembra se a garota era menor de idade na época.

“Participei sim de um jantar com uma fã. Ela tirou uma foto minha, colocou nas redes sociais e começou a me assediar dizendo que era minha esposa. Eu fui na delegacia me resguardar. Eu tenho, inclusive, incentivado as pessoas a procurar a delegacia e fazer denúncias para se resguardar de assédio”, disse, em entrevista ao ATUAL nesta quinta-feira, 13.

Lima lembrou que o episódio veio a público pela revista ‘Veja’, que deu o caso como um fato curioso. “Sou uma pessoa pública. Inclusive no meu programa (na ‘TV Crítica’) tinha um quadro que era sair com os fãs”, disse Lima, que atribui o aparecimento do fato no período eleitoral como ataque de adversários. “A política é suja, é tão rasteira e tão baixa que estão inventando mentiras. Dizem que o boletim foi registrado de madrugada. É mentira. Tem a data e o horário. O que estão fazendo é uma facada contra a minha honra, contra a minha filha. Eu tenho esposa. Eles atacam a minha honra”, disse, ao considerar a questão como resolvida. “Isso é muito comum no período eleitoral”, completou.

No documento, publicado pela revista Veja, a hora de registro do boletim de ocorrência é 15h51.

Wilson Lima disse que a ‘perseguição’ cessou e ele deu o caso por encerrado. O candidato negou que houve chantagem da fã. “Já tinha jantado com outras pessoas porque faz parte do meu programa. Estão tentando tornar isso um escândalo. Fiz também um B.O. para registrar uma batida de carro e o roubo de um celular. Não sei se vão querer também transformar isso em um escândalo. Não houve nenhum tipo de chantagem, apenas me senti incomodado e para me proteger fiz o Boletim de Ocorrência”, afirmou.

Lima atribui a “publicidade” dada ao fato ao crescimento nas pesquisas de intenção de voto. “É um sinal de que estamos no caminho certo. Nossa campanha tem um tempo mínimo na TV e o povo é que vai nos ajudar nesse processo. Na época do Serafim (Corrêa, então candidato a prefeito) quem não lembra do caso Soraia (suposto caso extraconjugal). O caso do (senador) Omar Aziz, que acusaram de pedofilia. Mancharam sua honra. Eu não achava que a política era tanta podridão”, disse.

“Nós vamos dar uma lavada no dia 7 de outubro. É o povo contra a velha política”, disse Wilson Lima.

Assista à parte da entrevista que ele fala sobre o tema:

Seja o primeiro a comentar on "Wilson Lima confirma jantar com fã e diz que caso é usado pela ‘política suja e rasteira’"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.