TRE rejeita recurso e mantém Liliane sem registro de candidatura

Liliane Araújo teve recurso rejeitado e TRE manteve candidata sem registro de candidatura (Foto: Felipe Campinas/ATUAL)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – O TRE (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas) rejeitou os Embargos de Declaração da candidata Liliane Araújo (PPS) ao Governo do Amazonas na eleição suplementar do dia 6 de agosto. A decisão foi do plenário na manhã desta quarta-feira, 19. Liliane pretendia reverter a decisão do Tribunal que havia rejeitou o registro de candidatura da candidata.

De acordo com o relator do processo, Abraham Peixoto, os documentos apresentados por Liliane não comprovam a filiação no prazo estipulado pela legislação eleitoral.

O MPE opinou pela rejeição dos embargos, segundo o procurador eleitoral Victor Ricelly, porque os documentos apresentados por Liliane foram uma passagem aérea da TAM, no nome de Elci Barro Júnior; uma ata de convenção sem data e um espelho do site ‘filia web’ que não serve para legitimidade. “Todos os documentos apresentados são unilaterais, o que não comprovam a filiação”, argumentou.

Com a decisão, o TRE manteve a rejeição do registro de candidatura da concorrente ao governo do Estado.

Leia mais
TRE nega candidatura de Liliane Araújo por registro de filiação fora do prazo
Liliane diz que não fará conchavos e pedirá apoio do povo para pressionar deputados

Seja o primeiro a comentar on "TRE rejeita recurso e mantém Liliane sem registro de candidatura"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.