TCE autoriza prorrogação de bolsas de estudo e contratação de professores pela UEA

sede da reitoria da UEA em Manaus

UEA poderá contratar professores para concluir cursos e pagar bolsas de estudo (Foto: Divulgação/UEA)

Da Redação

MANAUS – TCE (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas) aprovou, por unanimidade, a prorrogação de Termo de Ajustamento de Gestão nº 3/2015-GAUD/MJMCF por mais 12 meses que permite à UEA (Universidade do Estado do Amazonas) pagar bolsas de estudos e contratar professores.

Os conselheiros votaram pela prorrogação, aprovada pelo relator Josué Filho. A prorrogação do TAG atendeu a requerimento feito pelo reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, para prorrogar os serviços durante este ano. O TAC garante o pagamento de bolsas de ensino aos servidores públicos e a contratação de professores temporários para atuação nos cursos de oferta especial e nos cursos cujas fontes de recursos são externas.

Ao acompanhar a opinião do Ministério Público de Contas (MPC), em seu voto, que foi seguido pelos conselheiros do pleno, Josué Filho ressaltou o princípio da continuidade do serviço público somado ao acesso à educação, também garantido pela Constituição Federal, além de considerar que a não prorrogação do TAG comprometeria a conclusão dos cursos ofertados pela instituição, o que ocasionaria prejuízos irreparáveis à UEA e à comunidade acadêmica.

A assinatura do TAG, segundo o relator das contas da UEA, Josué Filho, irá regularizar o pagamento dos vencimentos de quatro meses de ao menos 75 professores, garantindo a continuidade do ano letivo da UEA em cursos de oferta especial nos 60 municípios do interior do Estado, sem prejuízo a comunidade acadêmica.

Votaram a favor da prorrogação do TAG, acompanhando o conselheiro Josué Filho, os conselheiros Julio Cabral, Ari Moutinho Júnior e o conselheiro convocado Luiz Henrique Mendes. A votação foi conduzida pela presidente do TCE, Yara Lins dos Santos.

Seja o primeiro a comentar on "TCE autoriza prorrogação de bolsas de estudo e contratação de professores pela UEA"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.