Subida de Rebecca em pesquisas pressiona tanto Braga quanto Amazonino

Rebecca Garcia

Rebecca Garcia cresceu mais de seis pontos percentuais na pesquisa DMP/Tiradentes (Foto: Reprodução)

MANAUS – A pesquisa DMP/Tiradentes, divulgada nesta sexta-feira, 21, mostra um crescimento na intenção de voto do eleitorado para Rebecca Garcia (PP) de 6,22 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, divulgada um mês atrás. Amazonino Mendes (PDT) também cresceu 6,92 pontos. Por outro lado, a candidatura de Eduardo Braga, que liderava até a última sondagem, caiu 4,64 pontos, deixando-o em segundo lugar na corrida pelo governo do Amazonas.

Os números da DMP não destoam da #Pesquisa365, divulgada na segunda-feira, 17, que também mostra queda de Eduardo Braga e uma subida de Amazonino e Rebecca. Naquela pesquisa, Rebecca apareceu com 13,5% das intenções de voto e uma subida de pouco menos de 2 pontos em relação à pesquisa anterior do mesmo instituto.

Considerando a pesquisa desta sexta, Rebecca passa a pressionar a candidatura de Eduardo Braga, que corre risco de ficar fora do segundo turno. Faltando duas semanas para o primeiro turno, a tendência é que o eleitorado vá definindo seu voto. Consequentemente, reduz-se o número de indecisos. Com alta rejeição e em queda nos últimos dias, a tendência é que Braga caia ainda mais e Rebecca, que tem rejeição menor, cresça.

A campanha de Braga, que até aqui mirou o adversário que a coligação “União Pelo Amazonas” julgava que enfrentaria no segundo turno, deve mudar a estratégia para tentar garantir a permanência na disputa até o dia 27 de agosto. Mas os números não são favoráveis a Braga.

Rebecca também é uma dor de cabeça para Amazonino em um eventual segundo com PDT e PP. Na sondagem de segundo turno da DMP, Rebecca bate Eduardo Braga com uma diferença de 7 pontos percentuais e 27% de indecisos e votos brancos e nulos. Contra Amazonino, Rebecca fica apenas 5 pontos atrás, enquanto 20,88% estão indecisos ou disseram que votariam branco, nulo ou em nenhum dos dois. Pesa contra o candidato do PDT a rejeição (23,17%), que está próxima da de Braga (26,64%).

Veja os números do segundo turno da DMP:

Seja o primeiro a comentar on "Subida de Rebecca em pesquisas pressiona tanto Braga quanto Amazonino"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.