Sinetram defende retirada de passagem em dinheiro nos ônibus de Manaus

Preço da passagem de ônibus no Rio terá diminuição de vinte centavos e passará a custar R$ 3,40 (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Sinetram defende retirada do pagamento de passagem em dinheiro nos ônibus (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Da Redação

MANAUS – O presidente do Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas), Carmine Furletti, disse 67,8% da defasagem de usuários no sistema de transporte público de passageiros são causadas por insegurança nos ônibus. Ele citou dados da pesquisa nacional da Associação Nacional dos Transportes Urbanos (NTU).

“Temos muitos pontos que precisamos melhorar, mais o principal deles é a segurança dentro dos ônibus. Já implantamos tecnologias para diminuir esses crimes, mas só vamos conseguir dar um basta nisso a partir do momento que retirarmos o pagamento em dinheiro dentro dos coletivos”, disse, em seminário sobre o transporte de passageiros, nessa terça-feira, em Manaus. “Outro ponto abordado foi a velocidade operacional dos ônibus. Hoje 100% dos ônibus saem no horário programado, porém precisamos de mais vias exclusivas para que possamos cumprir os itinerários dentro do horário”, destaca Furletti.

BRT

O engenheiro e coordenador de projetos de mobilidade urbana da Volvo Brasil, Ayrton Amaral, defende que o BRT é solução mais inteligente para a melhoria do sistema de transporte como o de Manaus, pois o custo benefício é bem menor do que qualquer outro sistema de massa. “O importante do sistema de transporte é a malha viária e com o BRT você consegue aumentar a malha viária com menos investimento, além de melhorar a velocidade operacional. Isso significa ganho de qualidade de vida, ganho de produtividade que é o que as pessoas querem e merecem”, disse.

A advogada e especialista em direito administrativo, Mônica Mello, explica que a segurança jurídica dos contratos é um grande desafio do País. “Cumprir com a transparência é importante para que a população saiba como o sistema de transporte funciona e para que as empresas possam contribuir com a melhoria da qualidade da prestação do serviço. A segurança jurídica é um grande desafio no que diz respeito ao cumprimento dos contratos administrativos em geral. Isso tem que ser discutido para que se possa buscar algumas reflexões que possibilitem e um serviço que atenda as demandas”, disse.

Seja o primeiro a comentar on "Sinetram defende retirada de passagem em dinheiro nos ônibus de Manaus"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.