Rebecca defende menos contingenciamento dos recursos da Suframa

Rebecca Garcia e a senadora Vanessa Grazziotin participaram da discussão da MP 757 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Rebecca Garcia e a senadora Vanessa Grazziotin participaram da discussão da MP 757 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

MANAUS – A superintendente da Zona Franca de Manaus, Rebecca Garcia, defendeu, nesta terça-feira, em audiência na Comissão Mista da MP 757/2016, realizada no Senado Federal, a necessidade de manter parte mais substancial dos recursos captados via taxas (TCIF e TS) à disposição da Suframa para aplicação tanto em seu custeio quanto no desenvolvimento regional. Rebecca Garcia representou o Mdic (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) no evento. Ela fez um rápido balanço das obras de infraestrutura realizadas pela Suframa, quando o contingenciamento de recursos não atingia o nível atual, de 58%, apontando estradas, estrutura para universidade, entre outras realizações efetivadas nos Estados da Amazônia Ocidental, além de Macapá e Santana, no Amapá. O pleito foi para que os senadores mantenham na votação da MP 757 os percentuais dos recursos a serem distribuídos às áreas sob jurisdição da Suframa. É preciso saber se o governo federal vai cumprir o que diz a lei, pois até aqui não tem cumprido.

Seja o primeiro a comentar on "Rebecca defende menos contingenciamento dos recursos da Suframa"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.