Real Madrid nega irregularidade e defende Zidane

zidane

O clube espanhol negou haver qualquer irregularidade na licença de Zidane (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO- O  Real Madrid saiu em defesa de Zinedine Zidane nesta terça-feira, um dia depois de o francês sofrer punição imposta pela Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O ex-jogador da seleção da França foi suspenso por três meses por não ter a licença exigida para exercer a profissão de técnico do time B do Real Madrid, que disputa a terceira divisão do país.

Em nota, o clube espanhol negou haver qualquer irregularidade na licença de Zidane e de Santiago Sánchez, colega do francês no comando do time B e também punido pelo Juiz Único de Competição da RFEF.

“Zinedine Zidane está habilitado pela Federação Francesa de Futebol para exercer a função de primeiro treinador na categoria em que se encontrar o Real Madrid Castilla”, registrou o clube, citando certificado emitido pela entidade francesa no dia 13 de outubro deste ano.

O clube espanhol afirmou também que vai recorrer da decisão que puniu Zidane. “O Real Madrid vai buscar as vias jurídicas ao entender que esta decisão não se ajusta ao Direito”, disse o clube, na nota.

Zidane vinha comandado o time B nesta temporada, mas o diretor do Centro Nacional de Formação de Treinadores (Cenafe), Miguel Galán, denunciou que o francês tem apenas uma licença de nível 2 enquanto a RFEF exige nível 3 para que um técnico comande uma equipe da terceira divisão para cima.

O astro francês chegou a ser avisado pela entidade sobre a possibilidade de punição no início do mês, mas seguiu comandando a equipe. Ídolo do Real Madrid e jogador da equipe de 2001 a 2006, quando se aposentou, Zidane foi auxiliar de Carlo Ancelotti na temporada passada no time principal.

Seja o primeiro a comentar on "Real Madrid nega irregularidade e defende Zidane"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.