PT se mostra divergente sobre alianças partidárias no Amazonas

pt-charge

No Amazonas, o PT ‘atira’ para todos os lados. Os petistas não têm um consenso sobre unidade partidária. Derrotado no primeiro turno à Prefeitura de Manaus, o deputado estadual José Ricardo disse que não irá declarar apoio público nem ao prefeito Arthur Neto (PSDB) e nem a Marcelo Ramos (PR), que disputam o segundo turno. Ricardo revelou, porém, que não vota nulo e nem em branco. Ex-deputado federal, Francisco Praciano declarou apoio a Marcelo Ramos. No interior, o PT se aliou à candidatura de Adail Filho, do PP, que é filho do prefeito cassado e preso Adail Pinheiro. O deputado estadual Sinésio Campos é aliado do senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Isso é o que se pode chamar de liberdade de escolha.

Seja o primeiro a comentar on "PT se mostra divergente sobre alianças partidárias no Amazonas"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.