p>


PSB declara apoio a Wilson Lima e PCdoB, PSOL e PSTU não se posicionaram

Lúcia Antony, Berg da UGT e Sidney Cabral ainda não declararam apoio a candidatos no 2º turno (Fotos: ATUAL)

Lúcia Antony, Berg da UGT e Sidney Cabral ainda não declararam apoio a candidatos no 2º turno (Fotos: ATUAL)

MANAUS – Lideranças de quatro dos cinco partidos derrotados no 1° turno da eleição para governador do Amazonas ganham tempo para negociar apoio no segundo turno, disputado entre o governador Amazonino Mendes (PDT), que tenta a reeleição, e o jornalista Wilson Lima (PSC). O PSB anunciou apoio a Lima, embora o candidato majoritário do partido, David Almeida, tenha se declarado neutro. O PCdoB, de Lúcia Antony, marcou para segunda-feira o anúncio do posicionamento. Já o PSTU, de Sidney Cabral, e o PSOL, de Berg da UGT, devem ter um posicionamento nesta quinta. PCdoB, PSTU e PSOL são oposição a Amazonino.

 

Seja o primeiro a comentar on "PSB declara apoio a Wilson Lima e PCdoB, PSOL e PSTU não se posicionaram"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.