Presidente do Atlético-MG chama árbitro de ‘ladrão’ e CBF de ‘lixo’

Elias é derrubado por zagueiro palmeirense em lance de jogo com arbitragem polêmica (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Elias é derrubado por zagueiro palmeirense em lance de jogo com arbitragem polêmica (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Do Estadão Conteúdo

BELO HORIZONTE – O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, ficou indignado com a arbitragem após a derrota do time mineiro para o Palmeiras por 3 a 2 nesse domingo, 22, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Pelo Twitter, o dirigente xingou o árbitro Péricles Bassols e também criticou a principal entidade do futebol brasileiro. “Vagabundo, ladrão e mal intencionado. Essa CBF é um lixo. Fora com essa ‘comissão de arbitragem’ pelo bem do futebol brasileiro”, escreveu na rede social.

O motivo de tamanha indignação foi especialmente o lance que decretou a vitória do Palmeiras, aos 49 minutos do segundo tempo. Em uma disputa de bola no meio-campo, o atacante Ricardo Oliveira ganhou a jogada de Edu Dracena. Péricles Bassols marcou falta. O time alviverde deu a saída rápido e marcou o terceiro gol.

Na saída do gramado, Ricardo Oliveira também comentou a jogada. “Não foi falta. Asseguro que não foi falta. Estava protegendo a bola, que estava em disputa. Ele vem, bate e cai. Que critério é esse? Sempre aqui. O Edu Dracena caiu sozinho”, reclamou.

A derrota mandou o Atlético-MG para a quarta colocação, com 23 pontos. O time mineiro volta a campo nesta quarta-feira, às 21h, quando enfrentará o Paraná Clube, no estádio Independência, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Seja o primeiro a comentar on "Presidente do Atlético-MG chama árbitro de ‘ladrão’ e CBF de ‘lixo’"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.