Prefeito Arthur Neto defende que Estado solicite a Força Nacional

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, teve o apoio do PSDB nacional para negociar a aliança com o PMDB (Foto: Valmir Lima)

Arthur Virgílio diz que Força Nacional garantiria sensação de segurança em Manaus (Foto: Valmir Lima)

Da Redação

MANAUS – O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), defendeu que o governo do Estado deve solicitar a Força Nacional de Segurança imediatamente. “Centenas de facínoras estão à solta nas ruas de Manaus, seja porque não retornaram dos festejos de fim de ano os que receberam esse direito, seja porque outro tanto se evadiu durante a confusão estabelecida pela carnificina”, disse o prefeito, em postagem na sua página no Facebook.

Conforme Arthur, “a Força Nacional deve ser requisitada já porque o PCC (Primeiro Comando da Capital) perdeu cerca de 60 dos seus criminosos pela ação criminosa dos criminosos da FDN”. Segundo o prefeito, “a possibilidade de retaliação existe de fato e, além dela, facínoras fora do presídio ameaçam a segurança dos habitantes honrados da cidade que governo”.

Arthur Neto considerou que a disputa pelo controle do tráfico de drogas já anunciava a tragédia. “Lamentavelmente, anos e anos em que nos empenhamos para divulgar Manaus como destino turístico seguro, fascinante e singular, são jogados na lama por um fato que nada tem a ver com nossa alma pacífica e ordeira. Ao contrário, nosso povo é vítima da insegurança pública que a falta de liderança não sabe banir. Manaus, definitivamente, não merece ser palco desse barbárie que mostrou seres humanos que perderam definitivamente essa condição. Manaus merece paz e proteção”, disse.

O prefeito, que rompeu relações políticas com o governador José Melo (PROS) nas eleições municipais do ano passado e não participou das reuniões com Alexandre de Moraes, disse que “o que tem faltado, isto sim, é vontade política para coordenar as forças de segurança e derrotar as organizações criminosas que se organizam e proliferam dentro e fora das grades”. “Os comandantes dessas facções que ainda se encontram na cidade devem capturados e enviados para presídios de segurança máxima distantes do Amazonas. A luta tem de ser sem tréguas contra a selvageria e a impunidade”, disse.

Seja o primeiro a comentar on "Prefeito Arthur Neto defende que Estado solicite a Força Nacional"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.