Praciano diz que foi ‘abatido em voo’ e Vanessa ‘baleada’ na aliança com PSB

Francisco Praciano afirma que ser vice de David Almeida é a única forma de acomodar a senadora Vanessa Grazziotin em coligação (Foto: ATUAL/Reprodução)

Francisco Praciano afirma que ser vice de David Almeida é a única forma de acomodar a senadora Vanessa Grazziotin em coligação (Foto: ATUAL/Reprodução)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – Para acomodar a senadora Vanessa Grazziotin (PDdoB) na coligação com o PSB no Amazonas, o ex-deputado federal Francisco Praciano propôs à Executiva Nacional ser o vice do deputado David Almeida (PSB), candidato a governador. Em entrevista ao repórter Patrick Motta, do ATUAL, Praciano disse que essa é a condição para abrir mão da disputa para senador e inserir Grazziotin em uma aliança com o PCdoB. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, impôs o apoio do partido no Estado à senadora comunista.

Praciano disse que jogou as cartas na mesa e aguarda uma posição dos dirigentes do PT no Amazonas da presidência nacional do partido. “Eu fui abatido em voo. Em compensação, a Vanessa foi baleada. São duas vozes da esquerda que representariam o palanque do ex-presidente Lula, a pauta de esquerda, o ante golpe e a crítica da reforma trabalhistas. Mas perderam essa voz. A esquerda ficou sem candidato majoritário”, disse.

Conforme Praciano, o PT nacional decidiu que no Amazonas não teria candidato a senador e o apoio seria à Vanessa Grazziotin. Praciano disse que o grupo político da qual faz parte gostaria de tê-lo com candidato a deputado estadual ou federal, mas ele não aceita. “Com essas definições, com outra situação, eu mexeria com xadrez político tirando sonhos e projetos de pessoas que já estão trabalhando em pré-campanha. É o caso do José Ricardo (deputado estadual), que deverá ser um dos mais votados para a Câmara Federal”, disse Praciano.

Inviabilizou

O ex-deputado disse que foi informado, na noite dessa quinta-feira, 9, que juridicamente existe um problema uma vez que o PT e o PSB já fizeram uma coligação e o PCdoB fez outra, totalmente diferente das definições que envolvem os petistas e o pré-candidato a governador David Almeida.

“O advogado informou que o problema é que já houve a coligação e o que pode ser alterado é algo interno, que não se pode trazer novos elementos, partidos ou candidatos de fora para essa coligação, a não ser que seja para substituição de candidatos dentro dos próprios partidos coligados. Se isso é verdade, inviabiliza a candidatura de Grazziotin junto ao PT e ao PSB”, disse.

Confira a entrevista de Praciano.

(Colaborou Patrick Motta)

Seja o primeiro a comentar on "Praciano diz que foi ‘abatido em voo’ e Vanessa ‘baleada’ na aliança com PSB"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.