Policiais militares do Estado devem receber primeira parcela de reajuste este mês

Policiais militares teriam índice maior de reajuste salarial este ano, mas governo vetou mudança (Foto: ATUAL)

Policiais militares devem receber primeira parcela de reajuste ainda este mês, retroativo a abril(Foto: ATUAL)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – Os polícias militares e bombeiros do Amazonas receberão a primeira das três parcelas do reajuste salarial de 24,20% ainda este mês. O pagamento em julho depende de publicação do projeto de lei sobre o aumento no Diário Oficial do Estado. O projeto, reapresentado pelo governador Amazonino Mendes, foi aprovado na manhã desta quinta-feira, 5, em sessão extraordinária na ALE (Assembleia Legislativa do Estado). A proposta original havia sido alterada por emenda parlamentar que foi vetada pelo governador.

Com a emenda, deputados de oposição pretendiam antecipar o índice de 10,85% de 2019 para 2018, o que foi rejeitado pelo governo que alegou comprometimento da folha de pagamento.

O reajuste aprovado divide os 24,20% em três anos. O primeiro índice, de 4,085, vale a partir de 1° de abril. Os 10,85%, a partir de 1° de abril de 2019 e os últimos 9,27%, a contar de 1° de abril de 2020.

De acordo com o líder do governador, Dermilson Chagas (PP), o índice de pouco mais de 24% foi definido dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal. “O governador não faz nada a portas fechadas, nem em salas. Já concedeu reajuste para os servidores da saúde, educação, Sepror (Secretaria de Produção Rural) e, agora, aos servidores da segurança pública”, disse.

A oposição acatou a mensagem original de reajuste dos policiais, após sofrerem derrota na manutenção do veto do governo. Outro motivo para aceitar o reajuste proposto pelo governo foi o prazo eleitoral que proíbe concessão de qualquer benefício salarial a partir de sábado, 7.

Seja o primeiro a comentar on "Policiais militares do Estado devem receber primeira parcela de reajuste este mês"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.