PF prende sete em Manaus por pornografia infantil na internet

Agentes da PF gaúcha apreenderam CDs com material de pedofilia (Foto: PF-RS/Divulgação)

Da Redação

MANAUS – A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 18, a Operação Cabrera destinada a reprimir o compartilhamento e a posse de imagens e vídeos de pornografia infantil na internet. No Amazonas, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva, todos em Manaus. Outras cinco prisões foram em flagrante pela posse e/ou compartilhamento de arquivos de pornografia infantil.

A Operação unificada e coordenada pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal – URCOP ocorre no ‘Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes’. A operação é simultânea em 18 Estados (AC, AM, AP, BA, CE, GO, MG, MT, MS, PA, PE, PR, RJ, RO, RS, SC, SP) e no Distrito Federal.

A PF reuniu informações e alvos de investigações de várias unidades do País, não diretamente relacionadas entre si, mas que tratam da disseminação transnacional de pornografia infantil, por meio de redes sociais, e-mail e aplicativos de mensagens e vídeo.

O nome da operação presta homenagem a Araceli Cabrera Sánchez Crespo, uma menina brasileira de 8 anos que foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em 18 de maio de 1973, crime que até hoje permanece impune.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de posse, compartilhamento de arquivos de pornografia infantil, com penas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente e no Código penal Brasileiro que variam de 1 a 6 anos de reclusão.

Seja o primeiro a comentar on "PF prende sete em Manaus por pornografia infantil na internet"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.