Oposição aprova ‘declaração de abandono’ de Nicolás Maduro

Maduro reagiu contra sanção à Venezuela no Mercosul (Foto: Ismael Francisco/Cubadebate/Fotos Públicas)

A sentença poderá ser anulada pelo Tribunal Supremo de Justiça (Foto: Ismael Francisco/Cubadebate/Fotos Públicas)

CARACAS – A Assembleia Nacional da Venezuela aprovou nesta segunda-feira, 9, uma declaração de abandono do cargo pelo presidente Nicolás Maduro. O argumento dos legisladores é que Maduro não cumpriu com suas funções. O Tribunal Supremo de Justiça, porém, já se opôs a esse processo na Assembleia Nacional, controlada pelos oposicionistas.

O tribunal, apontado como controlado pelo governo, havia pedido aos congressistas que se abstivessem de qualquer ato que esteja a margem de suas atribuições constitucionais.

A maioria opositora do Congresso aprovou, por 106 votos a favor, uma declaração de abandono do cargo por Maduro por ele estar “à margem do desenho e das funções constitucionais da presidência”, afirma o texto. Não foram reportados votos contra dos governistas.

Embora a Assembleia Nacional tenha o poder constitucional de declarar abandono de cargo, é muito possível que o Tribunal Supremo de Justiça determine uma sentença que pode paralisar ou mesmo deixar sem efeito esse processo.

(Estadão Conteúdo/ATUAL)

1 Comentário on "Oposição aprova ‘declaração de abandono’ de Nicolás Maduro"

  1. Ainda bem que nos livramos de Dilma Rousseff. Com ela estaríamos nessa situação acima relatada.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.