Operação ‘Luz para Poucos’ prende 21 em Manaus e Iranduba

Medidores de energia adulterados foram apreendidos pela operação em Manaus e Iranduba (Foto: Divulgação)

Medidores de energia adulterados foram apreendidos pela operação em Manaus e Iranduba (Foto: Divulgação)

Da Redação

MANAUS – Vinte e uma pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira, 11, em Manaus, na Operação ‘Luz para Poucos’, da Delegacia Especializada em Combate a Furtos de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Eles são suspeitos de integrar um esquema de fraude e furto de energia. A maioria tinha contrato com a Eletrobras Amazonas Energia e causaram um prejuízo de R$ 30milhões, segundo a estatal. As prisões ocorreram em Manaus e Iranduba (a 27 quilômetros da capital).

Os policiais encontraram uma casa na qual os suspeitos alteravam medidores de energia elétrica. Equipamentos foram apreendidos em um almoxarifado clandestino. “Recebemos diariamente dezenas de denúncias de clientes e a investigação dessas denúncias levou a realização dessa ação que combate a corrupção dentro e fora da empresa. É importante ressaltar que a grande maioria dos colaboradores atua de forma lícita e comprometida com resultados, sendo ainda mais importante identificar e punir aqueles que ajam de forma criminosa”, disse o diretor-presidente da Amazonas Energia, Tarcisio Rosa.

Conforme Rosa, a empresa já havia identificado indícios de que os crimes eram praticados de forma articulada e a investigação policial chegou aos implicados. O furto de energia reflete no consumidor regular, que acaba pagando o custo das ligações clandestinas.

A Amazonas Energia informou que as ações podem ser acompanhadas no hotsite www.pegamal.com.br e as denúncias podem ser feitas sem a necessidade de identificação através do e-mail pegamal@eletrobrasamazonas.com ou ligação gratuita ao 0800 701 3001.

A Eletrobras destaca que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.

Seja o primeiro a comentar on "Operação ‘Luz para Poucos’ prende 21 em Manaus e Iranduba"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.