O artista que transformou anúncios machistas do século 20 em um manifesto feminista

SÃO PAULO – Um homem decidiu desconstruir o sexismo que existe na cabeças de algumas pessoas. Ezkallah, um artista de 31 anos e fotógrafo de Beirute, no Líbano, criou recentemente uma série de fotos intitulada “Em um universo paralelo”. A série pega anúncios sexistas publicados a partir do meio do século 20 e altera os papéis de gênero expressos nele.

Rezkallah disse que ele teve a idéia quando visitou a família em New Jersey no último dia de Ação de Graças. Durante o jantar, Rezkallah teve dificuldade em discutir uma conversa particular.

“Então eu continuei a imaginar um universo paralelo, onde os papeis são invertidos e os homens provam de seu próprio veneno sexista”.

“Embora esses anúncios tenham sido feitos nos anos 50 e algumas pessoas os percebam como ‘vintage’, no momento em que ouvi a conversa de meus tios, senti que sua essência ainda está presente no tecido social moderno de hoje”, disse.

“Espero que as pessoas que estão presas em papéis de gênero impostas por sociedades patriarcais possam visualizar o quão limitado isso é com esse projeto”, afirmou.

Para verificar mais o trabalho de Rezkallah, confira seu site e sua conta Instagram.

Seja o primeiro a comentar on "O artista que transformou anúncios machistas do século 20 em um manifesto feminista"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.