Nova eleição suplementar no Amazonas deve ocorrer em janeiro de 2018

Novo Aripuanã (Foto: ALE/Divulgação)

Novo Aripuanã deverá eleger novo prefeito em janeiro de 2018. (Foto: ALE/Divulgação)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – O TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas) deverá realizar, até janeiro de 2018, nova eleição no Amazonas, desta vez em Novo Aripuanã (a 227 quilômetros de Manaus). É que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou recurso do prefeito eleito Aminadab Meira de Santana (PSD) e manteve a rejeição ao registro de candidatura. Ele concorreu sub judice.

“Estamos esperando a publicação do acórdão, ou documento oficial do TSE, informando a realização da nova eleição. A princípio, tive que viajar a Brasília para tratar da realização do pleito em Novo Aripuanã”, disse Messias Andrade, diretor-geral do TRE.

Andrade disse que o TRE já está preparando o calendário eleitoral. Com o prazo de 90 dias para a realização do pleito, a previsão de data de nova eleição é janeiro do próximo ano.

Ao negar o registro de candidatura de Aminadab, o TSE determinou a realização de eleição no município de forma imediata. Mina Santana, como é conhecido, obteve 3.026 votos nas eleições de 2016. Aminadab informou gastos de campanha eleitoral de R$ 19.765,39.

Mina Santana tentava reverter decisão do TCE (Tribunal de Contas do Estado) que o considerou inelegível por oito anos ao rejeitar as prestações de contas do exercício de 2011.

Seja o primeiro a comentar on "Nova eleição suplementar no Amazonas deve ocorrer em janeiro de 2018"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.