Ninguém se arrisca a avaliar decisão de Pascarelli sobre policiais militares

Desembargador Flávio Pascarelli assinou decreto de promoção de policiais  (Foto: Divulgação/TJAM)

MANAUS – Consultados pelo ATUAL, a OAB-AM, advogados e até ex-ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) evitaram analisar a promoção de policiais militares decretada pelo presidente do TJAM (Tribunal de Justiça do Amazonas, Flávio Pascarelli, nessa quinta-feira, na condição de governador em exercício do Estado. Os profissionais de Justiça se esquivaram de avaliar a conduta do desembargador. Em nota, o Ministério Público Eleitoral deu a seguinte justificativa: “O MPE não pode se manifestar oficialmente em casos concretos como este, pois poderá ser objeto de análise em ocasião futura. O órgão se manifesta apenas em tese, quando não há fatos concretos envolvidos no assunto abordado”.

Seja o primeiro a comentar on "Ninguém se arrisca a avaliar decisão de Pascarelli sobre policiais militares"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.