Nicolau exibe influência na Susam do governo interino de David Almeida

Por Rosiene Carvalho, da Redação

MANAUS – O deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde da ALE Ricardo Nicolau (PSD) exibe nas redes sociais  influência na nova direção da Susam (Secretaria de Estado de Saúde), que segundo o site Transparência do Governo do Amazonas conta com quase R$ 1 bilhão de saldo no orçamento de 2017, além dos remanejamentos feitos todos os anos para o setor.

As publicações nas redes sociais do deputado reforçam informação de que Nicolau terá influência na gestão interina, que já circulava no primeiro escalão do Governo e entre diretores de hospitais estaduais desde a posse do secretariado do governador interino David Almeida (PSD).

Nicolau é réu em denúncia de superfaturamento em obra pública realizada na gestão dele na presidência da ALE. O setor de saúde, com um dos maiores orçamentos do Estado, foi alvo dos maiores escândalos de suspeita de corrupção durante o Governo José Melo (Pros), afastado desde a terça-feira após cassação do mandato pelo TSE por corrupção eleitoral na campanha de 2014.

Leia Mais

TJAM adia julgamento de Nicolau em denúncia de superfaturamento em obra

Operação Maus Caminhos apura fraude de mais de R$ 11o milhões na saúde pública do Amazonas

Reunião

De acordo com diretores de hospitais estaduais, os gestores foram convidados para uma reunião com o novo titular da pasta Vander Alves e com o deputado Ricardo Nicolau. Segundo os diretores, que pediram para não serem identificados, a convocação ocorreu antes da posse do novo secretário, apresentado como amigo pessoal de David Almeida e especialista em administração hospitalar. A forma do convite deu aos diretores ouvidos pelo ATUAL  a conotação de que o deputado teria influência na área de Saúde durante a gestão interina.

Secretários mantidos no cargo após a ascensão de David Almeida ao poder também fizeram o mesmo comentário no evento de posse do novo secretariado na quinta-feira. Após os discursos, quando a imprensa subiu ao palco para entrevistar o governador interino, Nicolau puxou Vander Alves para uma conversa num canto do auditório em que foi perceptível que era ele quem tinha mais a falar que o novo comandante da pasta.

Os secretários mantidos estranharam a influência porque em 2016 Nicolau não esteve ao lado do grupo na campanha e apoiou o prefeito Arthur Neto (PSD), a quem David estendeu as mãos como um dos primeiros atos de governo.

Na publicação que fez, na sexta-feira, 12, em suas redes sociais, Nicolau dá destaque a foto em que aparece com o microfone falando e gesticulando ao lado do secretário Vander Alves, que está de pé ao seu lado, enquanto os demais presentes da reunião observam os gestos.

Na postagem, o parlamentar afirma que participou da reunião como presidente da Comissão de Saúde a convite do novo secretário. “Debate muito produtivo das diretrizes e metas estabelecidas pelo governador David Almeida para reduzir as filas e assegurar a qualidade dos serviços”, afirma na publicação.

Orçamento

De acordo com o site Transparência do Governo do Amazonas, a secretário da Susam, que administra um dos maiores orçamentos do Estado, tem quase R$ 1 bilhão de saldo para gerenciar até o final do ano com base no orçamento autorizado para 2017, sem contar com os repasses feitos aos hospitais, cuja gestão destes recursos cabem aos diretores das unidades.

De acordo com os dados lançados na internet, a Susam, com R$ 671.037.073,23 autorizado para este ano, já empenhou R$ 584.231.622,29. E tem saldo de cerca de R$ 87 milhões.

O FES (Fundo Estadual de Saúde), com R$ 1.005.701.281,68 autorizado para este ano, tem empenhado R$ 140.932.505,33 e saldo de R$ 864.768.776,35. Somando os dois saldos, há R$ 951, 768 milhões a serem geridos até o final do ano na área da saúde.

O FES recebe todo orçamento para a área de Saúde no Estado e faz destaques para as unidades gestoras, entre as quais a própria Susam. O valor empenhado no site Transparência se refere a serviço que o Estado já determinou que seja feito e que, portanto, o Estado tem o compromisso de pagar, embora ainda não tenha autorizado o pagamento e nem liquidado o mesmo.

Outro lado

Procurado pela reportagem para comentar o assunto, o deputado estadual Ricardo Nicolau confirmou que, a pedido do governador David Almeida, está participando como colaborador na Susam. Segundo Nicolau, a ajuda é no processo de elaboração do Plano Emergencial de Saúde, que será lançado nos próximo dias.

Para Nicolau, ele pode contribuir em função do trabalho da Comissão de Saúde da ALE e da experiência dele na área de saúde médica e hospitalar: “A pedido do governador David Almeida, estou participando como colaborador do processo de elaboração do Plano Emergencial da Saúde, a ser lançado nos próximos dias. Acredito que posso dar a minha parcela de contribuição nesse trabalho por estar à frente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas, bem como por acumular experiência nas áreas de saúde médica e hospitalar”, afirma na nota.

Maus Caminhos

Durante o Governo Melo, a Susam trocou três vezes de secretário e foi alvo, além das reclamações de mau atendimento e de falta de materiais em hospitais, de denúncias de suspeita de corrupção com a operação Maus Caminhos da PF (Polícia Federal).

Segundo a Polícia Federal, nos últimos dois anos, cerca de R$ 220 milhões em recursos públicos destinados à saúde do Amazonas foram repassados à instituição investigada (aproximadamente 25% do total de recursos do Fundo Estadual de Saúde do Amazonas no mesmo período). A suspeita é que o dinheiro bancava vida luxuosa dos envolvidos.

 

Arthur prestigiado pelos Nicolau, do PSD de Omar

Dias Toffoli autoriza investigar Omar Aziz por envolvimento na Maus Caminhos

 

 

 

Seja o primeiro a comentar on "Nicolau exibe influência na Susam do governo interino de David Almeida"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.