MP-AM fecha o ano sem concluir investigações no interior do Estado

Fábio Monteiro disse que as investigações do MP neste ano estava em curso em mais de 30 municípios (Foto: Valmir Lima)

Fábio Monteiro disse que investigações do MP ano estava em mais de 30 municípios (Foto: Valmir Lima)

MANAUS – Na semana passada, o MP-AM (Ministério Público do Amazonas), em evento comemorativo ao Dia Internacional Contra a Corrupção, promovido pela Rede de Controle da Gestão Pública no Amazonas, apresentou uma síntese das ações e resultados das operações Timbó e Zagaia, deflagradas, respectivamente, em maio e agosto de 2016, para combater a corrupção no município de Santa Izabel do Rio Negro. Foi só esse município e mais nenhum. No ano anterior, Iranduba foi a bola da vez, com a prisão do prefeito Xinaik Medeiros. Neste ano, Mariolino Siqueira de Oliveira, de Santa Isabel, também foi preso. Em maio deste ano, em entrevista ao ATUAL, o procurador geral de Justiça, Fábio Monteiro, disse que mais de 30 municípios estavam sob investigação do Cao-Crimo/Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). O ano para o Ministério Público e para a Justiça encerra no dia 20 deste mês. Muitos dos atuais prefeitos e gestores sob investigação deixarão seus cargos. E a população sabe que essa gente quando sai arrasta o que pode, principalmente quando a honestidade é escassa.

Mais da metade dos municípios do Amazonas são investigados por corrupção, diz Monteiro

Seja o primeiro a comentar on "MP-AM fecha o ano sem concluir investigações no interior do Estado"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.