Mouhamad Moustafa, médico da Operação ‘Maus Caminhos’, é condenado a 15 anos de prisão

Mouhamad Moustafa

Mouhamad Moustafa é considerado líder de esquema de corrupção na saúde pública do Amazonas (Foto: Reprodução)

Por Henderson Martins, da Redação

MANAUS – A juíza federal Ana Paula Serizawa Silva Podedworny, da 4ª Vara Criminal da Justiça Federal do Amazonas, condenou o médico Mouhamad Moustafa a 15 anos e quatro meses de prisão. Também foram condenados Priscila Marcolino Coutinho (cunhada do médico) e Jennifer Naiyara Yochabel Rufino Correa da Silva (sócia de Mouhamad), por crime de financiamento e participação em organização criminosa, conforme pedido do MPF (Ministério Público Federal).

O médico Mouhamad Moustafa foi apontado pelas investigações da Polícia Federal como líder da organização criminosa que desviou mais de R$ 150 milhões da saúde pública no Amazonas. A condenação dos envolvido no esquema criminoso foi publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal do Amazonas, nessa quinta-feira, 10.

O empresário Alessandro Viriato Pacheco, sócio da empresa Amazônia Serviços e Comércio Ltda., também foi condenado por participação em organização criminosa.

Com a decisão, a juíza federal designou que no dia 24 de maio de 2018, às 14h30, os réus compareçam para a realização da audiência admonitória, “oportunidade em que será proposta a suspensão condicional do processo. O réu deverá comparecer à audiência munido de suas certidões de antecedentes criminais da Justiça Estadual, Federal, Militar e Eleitoral”.

Mouhamd, Priscila Coutinho e Jennifer Naiyara Yochabel Rufino Correa da Silva também foram condenados por impedir, embaraçar a investigação de infração penal que envolve organização criminosa.

Confira a sentença na íntegra.

 

Mouhamad Moustafa

Médico proprietário das empresas Simea (Sociedade Integrada Medica Do Amazonas Ltda.) e Salvare Servicos Medicos Ltda, Ele foi denunciado pelo MPF (Ministério Público Federal) como sendo o mentor de uma organização criminosa que desviava dinheiro da saúde pública do Estado do Amazonas, através de um contrato da Susam (Secretaria de Estado de Saúde) com o Instituto Novos Caminhos, que a Justiça Federal diz ser de Mouhamad Moustafa. Em 2016, a CGU (Controladoria Geral da União), a Polícia Federal e o MPF deflagraram a Operação Maus Caminhos, que desarticulou a organização criminosa. Em maio de 2015 o médico foi condenado a 15 anos de prisão na primeira instância da Justiça Federal. A defesa de Mouhamad Moustafa diz que o médico é inocente e recorreu da decisão. Ele aguarda o julgamento dos recursos em liberdade, mas é réu em outras ações penais originadas da Operação Maus Caminhos.

1 Comentário on "Mouhamad Moustafa, médico da Operação ‘Maus Caminhos’, é condenado a 15 anos de prisão"

  1. Quer encontrar mais um foco dessa corja basta ir ao CETAM que já denunciei várias vezes e mostrei com dados da folha secretária ganhando mais que Diretor-Presidente..O mais absurdo disso são servidores recebendo por 2 a 3 cargos e que nada fazem tirando vaga de quem prestou concurso e servidores que são fantasmas na administração ESSA ADMINISTRAÇÃO PERDIDA PRESIDENTE OMISSO,SERVIDORES INOPERANTES E FANTASMAS INSTRUTORES HUMILHADOS EM QUALQUER ATENDIMENTO.
    SILVIA MELO SOBRINHA DO EX GOVERNADOR LADRÃO A MÁFIA DOS CURSOS DO PRONATEC REGIOMARA,NUBIA,ZAIRA,JOSÉ AUGUSTO DIRETOR CEGO
    INSTRUTOR TRABALHANDO EM VARIOS CURSOS PRA RECEBER COM 2 A 3 MESES FICANDO COM PIRES NA MÃO E SOFRENDO COM A ARROGANCIA DOS COODERNADORES..

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.