Montagem grosseira tenta ligar agressor de Bolsonaro a Lula e ao PT

MANAUS – Recebi de um eleitor declarado de Jair Bolsonaro (PSL) uma foto em que aparece o ex-presidente Lula e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em primeiro plano e ao fundo o homem que aplicou uma facada no abdome do candidato do PSL, identificado como Adélio Bispo de Oliveira. A imagem é uma montagem grosseira.

A foto original, do repórter fotográfico Ricardo Stuckert, tirada em abril do ano passado,  tem a imagem de um homem de óculos escuros, olhando para o lado, no lugar de Adélio na montagem.

Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar de Minas Gerais, após o atentado contra Jair Bolsonaro, na quinta-feira, 6, e nesta sexta-feira, 7, a Polícia Federal o indiciou por “atentado pessoal por inconformismo político”, crime de previsto na Lei de Segurança Nacional.

Ele confessou a autoria do golpe de faca que atingiu o abdome de Bolsonaro e disse que agiu “a mando de Deus”.

Adélio Bispo assumiu o crime e disse que teria agido por contra própria e "em nome de Deus" (Foto: YouTube/Reprodução)

Adélio Bispo assumiu o crime e disse que teria agido por contra própria e “em nome de Deus”

Seja o primeiro a comentar on "Montagem grosseira tenta ligar agressor de Bolsonaro a Lula e ao PT"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.