Ministro dará apoio para negócio de turismo no Amazonas, diz Wilker Barreto

Vereador Wilker Barreto integra comissão que negocia investimentos em Manaus em feira de negócios nos EUA (Foto: Divulgação)

Vereador Wilker Barreto integra comissão que negocia investimentos em Manaus em feira de negócios nos EUA (Foto: Divulgação)

ORLANDO – A comitiva representante do Amazonas em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos, recebeu do ministro do Turismo, Marx Beltrão, a garantia de mediação junto a investidores para a construção de parceria com empresários locais. Segundo o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), a manifestação de apoio ao turismo no Amazonas foi dada na manhã desta terça-feira, 14, na reunião na IAAPA Attraction Expo. Barreto integra a comissão como representante da CMM.

“O ministro irá fazer a ponte entre a nossa capital e investidores de peso a fim de alavancarmos de fato nosso turismo local por meio de parcerias. É uma ótima notícia para uma cidade que precisa gerar empregos e garantir renda à nossa população”, disse o vereador.

Conforme Barreto, o ministro anunciou que a partir de janeiro haverá linha de crédito específica do BNDES para investimento no turismo. “Esse valor terá como público-alvo prefeituras, governos e entidades privadas interessadas em investir na geração de renda e emprego por meio do turismo”, disse.

Barreto viajou para Orlando a convite da Prefeitura de Manaus e compõe equipe com comitiva local com o secretário municipal de Cultura, Bernardo Monteiro; o presidente da Amazonastur, Orsine Júnior; e o vereador Missionário André.

2 Comments on "Ministro dará apoio para negócio de turismo no Amazonas, diz Wilker Barreto"

  1. Devem existir mais politicas publicas destinadas ao turismo brasileiro, para alavancar esse mercado que emprega milhares de trabalhadores.

  2. devem ter mais politicas publicas destinadas a área do turismo para alavancar ais esse mercado que emprega milhares de trabalhadores.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.