Ministro coloca presídios federais e Força Nacional à disposição do Amazonas

São Paulo - O ministro de Estado da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, participa do 6º Congresso de Combate e Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo - Fecomercio.(Rovena Rosa/Agência BRasil)

Alexandre de Moraes viajou a Manaus para avaliar situação após massacre (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Da Redação

MANAUS – O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, viajou a Manaus, nesta segunda-feira, 2, para avaliar a situação do Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), após rebelião ocorrida na noite de domingo e madrugada desta segunda. Moraes e o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Marco Antonio Severo, se reunirão à noite com o governador do Amazonas, José Melo (PROS). O secretário nacional de Segurança Pública, Celso Perioli, também integra a equipe.

O Ministério da Justiça liberou, no dia 29 de dezembro, R$ 1,2 bilhão do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para os Estados investirem no sistema prisional. Cada Estado, com exceção da Bahia e do Ceará, recebeu R$ 44,7 milhões, destinados à construção de penitenciárias e à aquisição de equipamentos de segurança e veículos.

Alexandre de Moraes lamentou as mortes ocorridas em Manaus e colocou à disposição do governo do Estado os presídios federais para transferência de presos. Também disse que pode liberar a Força Nacional de Segurança para reforçar a segurança na capital.

1 Comentário on "Ministro coloca presídios federais e Força Nacional à disposição do Amazonas"

  1. Até que enfim o Brasil tem um Ministro da Justiça de verdade . Os que passaram pela pasta nos últimos 13 anos (01/01/2003-11/05/2016) foram fracos e omissos . Tarso Genro nem iria ao Amazonas nesse caso .

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.