Marina Silva diz em Manaus que PT, PMDB e PSDB precisam tirar férias de 4 anos

Marina Silva em Manaus

Marina Silva chegou a Manaus na manhã deste sábado para lançamento de candidaturas da Rede no Amazonas (Foto: Felipe Campinas)

Por Valmir Lima, da Redação

MANAUS – A pré-candidata da Rede Sustentabilidade a presidente da República, Marina Silva, disse, na manhã deste sábado, 21, em Manaus, que o PT, o PMDB e o PSDB precisam de umas férias de quatro anos para reler seus estatutos e programas. Ela falava da dificuldade de dialogar com o Congresso Nacional em questões polêmicas como a preservação da floresta amazônica em uma eventual vitória nas urnas neste ano.

De acordo com Marina, gente boa existe em todos os partidos e ela pretende governar com os melhores, porque não tem ódio de ninguém. “Agora, aqueles que são contra o Brasil, contra o povo brasileiro, vão ficar no banco de reserva. Eu digo o seguinte: o PT, o PMDB e o PSDB precisam de umas férias de quatro anos para reler o estatuto, reler o programa, olhar para esse povo desempregado que eles desempregaram. E depois, se refaz e volta para a disputa democrática”.

Marina Silva também falou das dificuldades da campanha dela pela falta de dinheiro e de tempo de televisão e rádio na propaganda eleitoral. A Rede tem apenas 10 segundos de tempo de propaganda e terá cerca de R$ 20 milhões do Fundo Eleitoral para fazer campanha em todo o País, para todos os candidatos que pretendem disputar cargos proporcionais e majoritários.

A pré-candidata da rede disse que está fazendo uma campanha franciscana, acreditando no povo brasileiro e no povo amazonense, que se a recebe com muito respeito. Questionada como ela pretende vencer a barreira da falta de dinheiro e do tempo de TV, ela respondeu: “Essa barreira é vencida pelo povo. Chegou a hora das estruturas serem derrotadas pela postura do cidadão. Eu sempre digo que os 200 milhões de brasileiros são maiores do que os 10 segundos que eles estão me dando”.

Marina lembrou que em 2010 ela teve 1 minuto e 20 segundos de tempo de propaganda. Naquele ano ela ficou em terceiro lugar na disputa. Em 2014, depois de assumir a candidatura do PSB após a morte de Eduardo Campos, ela teve 2 minutos e 20 segundos. Durante a campanha, as pesquisas de intenção de voto a colocavam em segundo lugar e com vitória nas simulações de segundo turno, mas acabou em terceiro na eleição.

“Agora eles resolveram não deixar o povo mudar de jeito nenhum. Me deram só 10 segundos. Mas poxa vida… Nunca nada foi fácil na minha vida. E quando a gente tem ideal de país…”.

O tempo de televisão pela Lei Eleitoral, é definido de acordo com a representação de cada partido na Câmara dos Deputados. A rede tinha quatro deputados, mas perdeu dois durante a janela partidária, e agora tem apenas dois.

1 Comentário on "Marina Silva diz em Manaus que PT, PMDB e PSDB precisam tirar férias de 4 anos"

  1. Muito antes de Marina Silva, o senador Evandro Carreira já defendia a Amazônia. Faltam políticos que defendam vigorosamente a Amazônia, com muito cientificismo e honestidade, no Congresso Nacional, tal qual fazia o senador Evandro Carreira: https://www.youtube.com/watch?v=qXxrIJjvrf8

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.