Marcação de exames no SUS em Manaus será apenas pelo Sisreg

Ao sair de consulta médica, paciente já pode marcar exame por sistema online nas unidades de saúde (Foto: Valdo Leão/Secom)

Ao sair de consulta médica, paciente já pode marcar exame por sistema online nas unidades de saúde (Foto: Valdo Leão/Secom)

Da Redação

MANAUS – Unidades de saúde do Governo do Amazonas não terão mais senhas para exames médicos pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O processo será feito integralmente pelo Sisreg (Sistema de Regulação) e no momento em que o paciente receber o encaminhamento médico. A mudança pretende acabar com as filas de pacientes durante à noite e madrugada nas unidades de saúde para garantir marcação de exames.

Antes, as clínicas e hospitais disponibilizavam um determinado número de vagas pelo Sisreg e as demais eram distribuídas por senha a critério de cada uma, o que estimulava a formação de filas. O novo formato está em fase de testes nas policlínicas, hospitais e prontos-socorros, Centros de Atenção Integral à Criança (Caic), Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) e Serviços de Pronto Atendimento (SPA). O sistema irá integrar, também, as unidades municipais. Na segunda fase abrangerá as fundações de saúde.

Agora, o paciente em atendimento em qualquer unidade do SUS e que precise de consulta ou exame especializados, já fará, ali mesmo, a solicitação online, com equipe exclusiva. Depois, receberá a confirmação e as informações necessárias, por telefone e mensagem de SMS.

O secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, disse que o novo procedimento facilitará a visualização integral da oferta dos exames dando maior transparência e total controle ao processo de regulação. No Sisreg, a prioridade é definida por critérios próprios do sistema de regulação, que combinam ordem de chegada, urgência e a gravidade do paciente.

Criado pelo Ministério da Saúde para regular a oferta e marcação de procedimentos de média e alta complexidade no SUS, o Sisreg foi implantado no Amazonas em 2009, porém, nunca foi integralmente adotado. “É um programa criado para garantir o acesso do usuário ao SUS e não para restringir. As pessoas hoje têm desconfiança sobre o sistema, mas isso se deve ao fato de a rede de saúde local não ter se adequado ao modelo. É essa adequação que estamos buscando, desde que a atual gestão assumiu”, justifica Deodato.

O secretário destaca que o objetivo da adequação do sistema de regulação é, também, reduzir o tempo de espera do usuário, garantido que todos tenham, na medida das suas necessidades, as mesmas oportunidades.

Também foram adotadas medidas para garantir que o sistema funcione de forma automatizado, no caso dos procedimentos de média complexidade e com oferta expressiva. Dessa forma, as marcações serão lançadas até às 19h e o sistema rodará sempre à meia-noite para fazer os agendamentos. Para os procedimentos de alta complexidade e baixa oferta, é necessária a avaliação do médico regulador.

Seja o primeiro a comentar on "Marcação de exames no SUS em Manaus será apenas pelo Sisreg"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.