Lollapalooza: Artistas fazem série de homenagens a Marielle

SÃO PAULO – O Lollapalooza 2018 aconteceu com força total, muita música e muita euforia no Autódromo de Interlagos, mas o que parecia somente entretenimento também cedeu espaço para protestos em forma de homenagens e comoção.

Muitos artistas do line-up inicial do festival dedicaram um tempo de seus shows para homenagear a vereadora Marielle Franco, assassinada a tiros no Rio de Janeiro no último dia 14 de março.

A banda Vanguart ao abir o show começou a apresentação com uma foto da vereadora exibida no telão com a frase “Marielle Presente”.

Em sua primeira visita ao Brasil, a sueca Zara Larsson se emocionou ao falar de Marielle antes de começar a cantar o hit Symphony, um dos mais conhecidos da cantora.

“Ela lutava pelos LGBTs, contra violência policial e por justiça social. Essa música é para ela e quero todos cantando a plenos pulmões”.

Nas redes sociais o assunto também foi muito comentado, e nem de longe parece ser uma questão que será esquecida. A morte de Marielle ainda vai causar muita movimentação e protestos principalmente no meio artístico, porque são os artistas que levam a responsabilidade de ter voz e influência na mídia.

Seja o primeiro a comentar on "Lollapalooza: Artistas fazem série de homenagens a Marielle"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.