Juiz manda Amazonino remover post que anuncia abono do Fundeb a professores

Amazonino Mendes, governador do Amazonas

Amazonino Mendes foi autorizado pelo TRE-AM a pagar o abono no período eleitoral (Foto: Reprodução)

Da Redação

MANAUS – O juiz auxiliar do TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas) Bartolomeu Ferreira de Azevedo Júnior, acatou pedido da assessoria jurídica do candidato a governador Wilson Lima (PSC) e determinou a remoção de post no Facebook em que o governador Amazonino Mendes (PDT), candidato à reeleição, anuncia o pagamento de abono aos professores com dinheiro do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

Na terça-feira, 9, os advogados de Wilson Lima apresentaram ao TRE-AM uma ação para que Amazonino fosse impedido de usar o pagamento do abono na campanha eleitoral no segundo turno da disputa ao Governo do Amazonas. Um dia antes, o TRE-AM havia autorizado o pagamento do benefício pelo governo, que deve efetuar o pagamento no dia 15 deste mês, Dia do Professor.

Na decisão, o juiz Bartolomeu Junior considerou que a expressão “vamos continuar lutando pelo direito de vocês” evidencia que a coligação o candidato está “fazendo uso promocional do abono pago aos professores em benefício de sua candidatura, o que pode acarretar prejuízo à igualdade entre os candidatos”.

O juiz determinou que o Facebook exclua o conteúdo impugnado em 24 horas e estipulou multa de R$ 10 mil por dia em caso de descumprimento.

Seja o primeiro a comentar on "Juiz manda Amazonino remover post que anuncia abono do Fundeb a professores"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.