João Pedro critica Bibiano por sair do PT e diz que ele foi para ‘partido de merda’

João Pedro e Bibiano Garcia

João Pedro Gonçalves, ex-senador e ex-presidente do PT, e Bibiano Garcia, ex-PT (Fotos: Divulgação)

MANAUS – O ex-vereador Professor Bibiano postou no perfil dele no Facebook, na noite desta quarta-feira, 10, uma nota de esclarecimento para justificar a desfiliação do PT. No texto ele agrade aos companheiros da legenda que o ajudaram, diz que continua a defender o ex-presidente Lula – preso em Curitiba – e que se filiou antigo PTdoB, rebatizado de Avante.

O ex-presidente estadual do PT e ex-senador João Pedro Gonçalves critica a decisão do ex-vereador, diz que essa não era hora de sair da legenda e descasca contra o novo partido de Bibiano, o PTdoB. “Respeito tua decisão, mas, é este o momento de sair do partido que tanto te projetou, estamos em luta contra os ricos, a globo e o judiciário parcial, a hora é de afirmarmos nossas convicções, o PT incomoda esta elite escravista, e tú e padre Carlos vão para um partido de aluguel, de merda, sigamos a vida para enfrentarmos muitas lutas, abç (sic)”, escreveu João Pedro.

Bibiano diz na nota que ficou dez anos no PT. Em 2012 elegeu-se vereador de Manaus, apoiado pelo deputado estadual José Ricardo (PT). Fez um mandato de oposição; certamente, a melhor atuação parlamentar daquela legislatura, mas não conseguiu se reeleger em 2016.

Depois do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e da campanha de desmoralização que o partido sofreu desde 2015, o PT na Câmara Municipal de Manaus não conseguiu reeleger nenhum dos três vereadores. Apenas um novato, Sassá da Construção Civil, foi eleito para a atual legislatura.

Projeto

Agora, Bibiano se prepara para a disputar vaga de deputado estadual por um partido nanico sem tempo de TV. No PT, a decisão do ex-vereador é avaliada como equivocada até pelos seus ex-aliados. A tendência natural na corrente de José Ricardo era Bibiano disputar uma cadeira para a Assembleia Legislativa apoiado por esse grupo. José Ricardo vai disputar a eleição para deputado federal.

Militante da Igreja Católica, onde é ministro da eucaristia, a avaliação de aliados é de que ele poderia herdar os votos de José Ricardo entre os católicos.

Bibiano preferiu aderir a um projeto em parceria com o Padre Carlos, ex-prefeito de Maués, que também deixou o PT e se filiou ao Avante. A estratégia dos dois é um ajudar o outro para ver se pelo menos um deles consegue se eleger. É difícil.

 

Seja o primeiro a comentar on "João Pedro critica Bibiano por sair do PT e diz que ele foi para ‘partido de merda’"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.