Grupo de agricultores acampa no TJAM para pedir posse de terra

Agricultores pedem devolução de terras das quais foram despejados no município de Manacapuru (Foto: ATUAL)

Agricultores pedem devolução de terras das quais foram despejados no município de Manacapuru (Foto: ATUAL)

Da Redação

MANAUS – Com barracas e produtos como bananas, mandioca e cebola, um grupo de agricultores acampou em frente ao TJAM (Tribunal de Justiça do Amazonas) na manhã desta segunda-feira, 16, na zona centro-sul de Manaus. Representantes de sete comunidades de agricultura familiar, eles pedem revogação de reintegração de posse de terreno no Ramal da Cajutuba, em Manacapuru a 86 quilômetros da capital), de onde foram despejados. A reintegração foi a favor da empresa Agricultura Exata, que afirma ser a dona da área.

“Foi uma surpresa essa reintegração porque morávamos há mais de dez anos no local. Não fomos notificados e já entraram na terra com tratores e homens armados”, disse a agricultora Artemisa Vasconcelos, uma das líderes da manifestação. “Nós temos como provar que aquela área era nossa. Essa terra não é da Agropecuária Exata. Temos um parecer do Ministério Público que diz que as terras são do Estado”, afirmou Artemisa.

Conforme a agricultora, as famílias despejadas estamos padecendo. “Há três meses que estamos sem renda, pois nossas plantações foram perdidas. Queremos que a Justiça nos escute e conceda a devolução da terra”, disse Artemisa.

Também agricultor, Fernando Araújo Barbosa disse que o retorno das famílias à área só depende do presidente do TJAM, Flávio Pascarelli, para assinar a liminar revogando a reintegração de posse. “Nós dependemos da agricultura e há três meses estamos sem trabalho. São mais de 1,5 mil famílias que foram prejudicadas”, disse.

O TJAM informou que divulgará nota sobre o caso. O ATUAL não conseguiu contato com a Exata.

(Colaborou Patrick Motta)

Seja o primeiro a comentar on "Grupo de agricultores acampa no TJAM para pedir posse de terra"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.