Gritos de ‘bicha’ em Manaus rendem multa de R$ 60 mil à CBF

Torcida xingou goleiro da Colômbia em partida contra o Brasil, em Manaus (Foto: CBF/Divulgação)

Torcida xingou goleiro da Colômbia em partida contra o Brasil, em Manaus (Foto: CBF/Divulgação)

RIO DE JANEIRO – A Fifa (Federação Internacional das Associações de Futebol) multou a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em apenas R$ 66,3 mil (20 mil francos suíços) pelas atitudes homofóbicas dos torcedores brasileiros na partida entre Brasil e Colômbia pelas eliminatórias da Copa de 2018. O jogo foi no dia 6 de setembro, na Arena da Amazônia, em Manaus. Parte da torcida gritou “bicha” enquanto o goleiro adversário David Ospina cobrava os tiros de meta. É a primeira vez em que a BF é multada pela entidade.

Também foram aplicadas sanções por conduta discriminatória e antidesportiva dos torcedores ao Chile (65 mil francos suíços – R$ 215.637,50), Honduras (65 mil francos suíços – R$ 215.637,50), Albânia (50 mil francos suíços – R$ 165.875), El Salvador (45 mil francos suíços – R$ 149.287,50), Itália (30 mil francos suíços – R$ 99.525), México (30 mil francos suíços – R$ 99.525), Peru (30 mil francos suíços – R$ 99.525), Paraguai (25 mil francos suíços – R$ 82.937,50), Argentina (25 mil francos suíços – R$ 82.937,50) e Canadá (20 mil francos suíços – R$ 66.350). As conversões foram feitas considerando os dados do Banco Central desta segunda (3).

As multas são uma ação da Fifa para combater manifestações homofóbicas nos estádios. Recentemente, a entidade já havia multado a Argentina (R$ 75 mil), Chile (R$ 20 mil), Peru (R$ 20 mil) e Uruguai e os advertidos pela entidade pelo grito de “puto” de seus torcedores quando o goleiro rival cobra o tiro de meta. O México, na Concacaf (confederação das Américas do Norte e Central), também já havia sido punido por essa razão: R$ 75 mil.

Seja o primeiro a comentar on "Gritos de ‘bicha’ em Manaus rendem multa de R$ 60 mil à CBF"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.