Grêmio vence o Lanús e é tricampeão da Copa Libertadores da América

Luan marcou golaço na vitória e conquista do Grêmio na Liertadores (Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

Luan marcou golaço na vitória e conquista do Grêmio na Liertadores (Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

Do Estadão Conteúdo
SÃO PAULO – Pela terceira vez em sua história, o Grêmio é campeão da Libertadores da América. Com uma atuação irrepreensível, principalmente no primeiro tempo, o time gaúcho calou as arquibancadas do estádio La Fortaleza, na Argentina, ao derrotar o Lanús por 2 a 1 nesta quarta-feira. Fernandinho e Luan, com um golaço, foram os heróis da conquista e fizeram a festa dos milhões de gremistas pelo Brasil.

Mas o Grêmio teve muitos outros destaques nesta quarta. A começar por Renato Gaúcho, que cumpriu a promessa de levar uma equipe ofensiva a campo, mesmo com a vantagem de ter vencido na ida por 1 a 0, e anulou completamente o Lanús no primeiro tempo, quando sua equipe marcou os dois gols. Na etapa final, então, foi só administrar o resultado diante de um adversário já combalido.

Se a expectativa era de um jogo tenso, até pelo que foi visto em Porto Alegre, o Grêmio tratou de resolver com um futebol de muita qualidade. Pressionando a marcação adversária e com Luan inspirado, praticamente garantiu a conquista na primeira etapa. Na segunda, nem mesmo o susto com o gol de Sand, de pênalti, impediu a festa.

Com o triunfo, Luan, Geromel, Arthur, Marcelo Grohe e cia. repetiram o feito das gerações de 1983 e 1995 e voltaram a dar ao Grêmio o troféu da Libertadores. De quebra, garantiram vaga no Mundial de Clubes, que será disputado em Abu Dabi em dezembro no qual o time gaúcho tentará sua segunda conquista – venceu somente em 1983.

Seja o primeiro a comentar on "Grêmio vence o Lanús e é tricampeão da Copa Libertadores da América"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.